5 benefícios da terapia



O apoio psicológico de qualidade pode ser sua melhor armadura diante das dificuldades do dia a dia.


Hoje, com tantas correrias e obrigações, esquecemos do tempo. Quando percebemos, o fim de semana já começou e terminou, com cinco dias de responsabilidades quase infinitas a seguir. Então, para encontrar espaço para quem amamos ou nos dedicarmos ao lazer, é realmente necessário montar um quebra-cabeça em nossa agenda.


No entanto, também não podemos esquecer das questões pessoais. Nossas próprias crenças, barreiras, memórias e emoções influenciam todas as nossas decisões e a maneira como vemos o mundo e tratamos os outros.


Como estamos acostumados a equilibrar todos esses fatores, muitas vezes não prestamos atenção em como eles interferem em nossa saúde física e mental. É aí que entra a terapia.


Quais são os benefícios da terapia?


O acompanhamento psicológico pode gerar inúmeros benefícios à saúde física e mental de uma pessoa. Confira alguns deles a seguir:

Autoconhecimento


O autoconhecimento nos permite obter insights valiosos sobre quem somos. Através dele, descobrimos qualidades, defeitos, medos, inseguranças, desejos e forças. Dessa forma, passamos a gerenciá-los de forma mais inteligente.


Um exemplo muito comum é aquela pessoa que fica presa em um trabalho que não gosta. Ela não consegue deixar de reclamar que quer ir embora e que tem medo de começar do zero. Ela nem sabe o que realmente quer fazer. Ela não se conhece.


O apoio psicológico pode ajudá-la a encontrar forças para se afastar de um emprego ou carreira fútil e abrir um novo caminho em tempos de incerteza. Quando o autoconhecimento penetra profundamente em nós, nossa verdadeira natureza emerge.


Inteligência emocional


Todos nós possuímos capacidade de lidar com as situações à nossa volta. Todavia, às vezes, essa habilidade está adormecida.


Um dos maiores benefícios da terapia é melhorar sua inteligência emocional para tomar melhores decisões, saber em que gastar sua energia, se dar bem com as pessoas e estar de bom humor.


À medida que a inteligência emocional se desenvolve, ganhamos a capacidade de avaliar nossos sentimentos de uma maneira não emocional. Em outras palavras, entendemos tanto nossas emoções que escolhemos não ser mais dominadas por elas. Sabemos quando e como usá-las para tirar o máximo proveito de cada situação.


Paz com o passado


A maioria dos nossos problemas hoje são reflexos diretos de eventos passados. Eles se originam na infância e se manifestam em uma idade mais avançada. Como resultado, muitas pessoas não sabem por que agem ou pensam de uma determinada maneira.


Por vezes, os acontecimentos do passado nos trazem infelicidade e angústia. Alguns podem até ser traumáticos. São bloqueios que nos impedem de aproveitar a vida hoje.


Um acompanhamento psicológico bem desenvolvido vai desvendar as conexões que nos ligam ao que aconteceu e apontar para a influência do passado no presente. Portanto, é possível fazer as pazes com esses eventos negativos e dar-lhes novos significados para que não nos perturbem no momento presente.


Qualidade de vida


Os benefícios do tratamento podem ser sentidos todos os dias. A vida diária de obrigações e compromissos se torna mais feliz à medida que aprendemos a equilibrar nosso tempo com sabedoria.


É claro que os resultados não são mágicos. Essas melhorias são monitoradas conforme o progresso do paciente. Ao lidar com questões mais complexas e difíceis de falar em voz alta, você notará mudanças extremamente positivas em muitos aspectos de sua vida diária.


Além disso, a presença no cotidiano aumenta. Nosso cérebro gosta de viver no piloto automático sem ter que se preocupar em evoluir. Isso ajuda a guardar energia para os afazeres do dia.


Desenvolvimento de potencialidades


O medo de começar algo novo ou sair da sua zona de conforto é paralisante. Nesse estado de inércia, deixamos passar muitas oportunidades, concorda?


É muito comum descobrir que as pessoas têm medo do próprio potencial. Eles se sabotam e acham que não vale a pena ir lá. Mas estão erradas. Na terapia, aprendemos a melhor maneira de desenvolver nossos pontos fortes, sejam traços de personalidade ou habilidades.


Elimine medos e inseguranças e abra caminho para a confiança. Para a maioria das pessoas, o processo é longo e muitas vezes demorado. No entanto, o importante é perseverar.


Como funciona a terapia?


Se você nunca pensou em consultar um psicólogo no passado, vamos explicar o básico desses processos para tirar suas dúvidas. A consulta dura cerca de uma hora. O tempo total de acompanhamento depende de cada condição. Não há limite de sessões.


Na primeira sessão de terapia, um profissional fará algumas perguntas para conhecê-lo e ver como ele pode ajudá-lo a resolver seu problema. É comum ter dúvidas sobre o que o levou a procurar ajuda profissional.


Nem sempre temos coragem de falar abertamente sobre nossos sentimentos. Há também uma grande chance de você não saber exatamente o que você tem. Um psicólogo irá ajudá-lo a encontrar a resposta para sua situação com base em suas respostas.


Não fique ansioso esperando ser forçado a falar sobre tópicos desconfortáveis. Você apenas irá tocar em assuntos delicados quando o psicológico julgar que está pronto para isso.


Muitas pessoas temem ser analisadas quando se deparam com um psicólogo, psicanalista ou psiquiatra, como se esses profissionais pudessem desvendar seus segredos com apenas um olhar.


É importante esclarecer que isso é um mito. Durante uma sessão de terapia, você deve apenas ser você mesmo sem se preocupar com julgamentos ou invasão de privacidade.


No decorrer das sessões, você conseguirá identificar pontos importantes da sua personalidade, os seus pensamentos, seu passado, suas crenças e até encontrar um incômodo que nem sabia que existia. O psicólogo ou terapeuta vai ajudá-lo a encontrar soluções para diminuir a sua dor, e encorajá-lo a ser sua melhor versão.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo