5 hábitos que contribuem para a prevenção do câncer



O câncer é atualmente a segunda principal causa de morte no Brasil - sendo a primeira as doenças cardiovasculares. Embora assustadora, a ciência atual permite a prevenção de muitos tipos de câncer.


Por exemplo, o excesso de peso está associado a 13 tipos de câncer: esôfago, estômago, pâncreas, vesícula biliar, fígado, intestino (cólon e reto), rim, mama (pós-menopausa), ovário, endométrio, meningioma (meningioma), tireóide e mieloma múltiplo.


Ainda que aproximadamente 10% dos casos de câncer sejam hereditários, a vasta maioria está relacionada a fatores ambientais, incluindo os nossos hábitos de vida.


Por isso, há uma dúvida muito comum na população sobre formas de se prevenir o câncer. Afinal, é possível? A boa notícia é: tem sim. Nada é garantia, mas existem hábitos e práticas que ajudam a diminuir as chances de desenvolver o câncer.


Para saber mais sobre como prevenir o câncer, destacamos seis hábitos para prevenir o câncer. Confira abaixo!


Como prevenir o câncer?


Embora aproximadamente 10% dos casos de câncer sejam hereditários, a vasta maioria está relacionada a fatores ambientais, incluindo os nossos hábitos de vida. Para saber mais sobre como prevenir o câncer, destacamos oito hábitos a seguir:


1. Tenha uma alimentação saudável


Em países em desenvolvimento como o Brasil, 20% dos casos de câncer são causados ​​pela desnutrição. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), as pessoas podem evitar um terço dos tipos mais comuns de câncer adotando uma alimentação saudável e praticando exercícios físicos.


Nesse sentido, destacam-se os grãos, legumes, sementes, nozes, verduras, cereais integrais e leguminosas; e pobre em alimentos ultraprocessados (prontos para aquecer ou para consumir e bebidas açucaradas).


2. Pratique exercício físico


Assim como uma boa alimentação, o exercício é importante. A atividade física estimula o coração, o cérebro e a circulação sanguínea, garantindo a boa saúde celular, óssea e de todos os órgãos.


De acordo com o Diretor de Promoção da Saúde da OMS, Ruediger Krech, qualquer tipo de atividade física, de qualquer duração, pode melhorar a saúde e o bem-estar, mas enfatiza que quanto mais exercício, melhor.


Dedique sempre um espacinho na sua agenda para fazer algum exercício físico, como caminhada, academia, uma aula de dança ou sessão de yoga. Ah, se possível, conte sempre com o acompanhamento de um profissional.


3. Controle de peso


O peso e a gordura armazenados no corpo podem afetar a saúde ao longo da vida. Manter um peso adequado é uma das principais formas de prevenir o câncer. O sobrepeso e a obesidade estão associados a cânceres de esôfago, estômago, pâncreas, vesícula biliar, fígado, intestino, rim, mama, ovário, endométrio e tireoide.


4. Vida sexual


Ter múltiplos parceiros e fazer sexo precocemente são fatores de risco para exposição a agentes transmissores de doenças em homens e mulheres. Os vírus mais conhecidos associados ao câncer são o HPV, que está associado ao câncer do colo do útero, e a hepatite B, que está associada ao câncer de fígado.


Além de prevenir muitas outras doenças sexualmente transmissíveis, como o HIV, o uso do preservativo é uma forma importante de reduzir o risco de infecção pelo HPV. Consulte o Programa de Imunização do Departamento de Saúde para obter mais informações sobre a vacinação contra o HPV.


5. Bebidas alcoólicas


O INCA não recomenda o uso de álcool devido aos seus potenciais efeitos cancerígenos nas células e tem sido associado ao desenvolvimento de cânceres de boca, faringe, laringe, esôfago, estômago, fígado, intestino (cólon e reto) e câncer de mama. Quanto maior a dose e a exposição à bebida, maior o risco.


6. Exposição ao sol


Use protetor solar adequado ao seu tipo de pele e evite a exposição direta ao sol entre as 10h e as 16h. A exposição ao sol desprotegida favorece o aparecimento do câncer de pele, que se acredita ter a maior incidência no Brasil.


Você deve ter um cuidado redobrado com as crianças, pois elas estão mais expostas ao sol do que os adultos.


7. Pare de fumar


O tabaco mata mais de 156 mil pessoas por ano no Brasil, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA). Fumar não só causa câncer de pulmão, o tipo mais comum de fumante, mas também câncer bucal, laringe e faringe, estômago, pâncreas, fígado, bexiga, esôfago, rim e até mesmo leucemia.


8. Faça exames periódicos


Outro ponto de grande preocupação. O ideal é fazer um check-up anual para manter a saúde em dia. É importante ter um médico de confiança e um bom lugar para fazer exames de triagem.


Homens com mais de 45 anos precisam de um exame de toque retal e exames de sangue para procurar câncer de próstata. Por sua vez, as mulheres com mais de 40 anos devem fazer mamografias anuais para rastrear o câncer de mama.


O câncer é uma doença que assusta muitas pessoas e é uma das principais causas de morte no Brasil e no mundo. Mas é possível pará-lo. Visite o seu médico regularmente e continue a seguir todas as dicas que listamos acima. Cuide bem de você mesmo!


Se você gostou deste conteúdo, compartilhe com os amigos e incentive-os a adotar os hábitos que contribuem para a prevenção do câncer!


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo