5 hábitos de pessoas com inteligência emocional


A inteligência emocional (IE) é o termo utilizado para caracterizar a forma em que o indivíduo compreende as suas próprias emoções. Trata-se da capacidade de agir, pensar e sentir racionalmente, fazendo escolhas conscientes e tencionando uma vida mais saudável.


Além disso, a inteligência emocional é uma habilidade que envolve a empatia, uma vez que visa desenvolver a capacidade do indivíduo de se colocar no lugar do outro. Dessa forma, torna-se possível construir relações saudáveis e vínculos duradouros e estáveis.


Quem consegue aprimorar a inteligência emocional sabe pensar e agir de maneira consciente, sem que sentimentos interfiram na qualidade de vida e afetem negativamente situações cotidianas, acarretando em traumas e doenças psicossomáticas.


A importância da inteligência emocional está relacionada com a análise de comportamentos que você deve similar. Sendo assim, nós, da Lapidando Mentes, preparamos um conteúdo completo para que você entenda tudo sobre os seguintes tópicos:


  • O que é inteligência emocional?

  • Qual a importância da inteligência emocional?

  • Quais são os hábitos de pessoas com inteligência emocional?


O que é inteligência emocional?


A psicologia caracteriza a inteligência emocional como ‘’a capacidade do indivíduo de identificar seus sentimentos e emoções com facilidade’’. O conceito foi difundido pelo psicólogo norte-americano Daniel Goleman, autor de várias obras relacionadas ao termo.


Embora não seja algo simples de adquirir ou aprimorar, é possível, sim, lidar com as pessoas e suas emoções, assim como compreender os próprios sentimentos, por meio do desenvolvimento de habilidades como a inteligência emocional.


Em contrapartida ao quociente de inteligência (QI), a inteligência emocional não está relacionada a conhecimentos de cunho intelectual, como a compreensão de filósofos ou da tabela periódica, mas sim voltada para o reconhecimento de sentimentos e emoções.


Quando a inteligência emocional é bem trabalhada e desenvolvida, o indivíduo consegue melhorar suas relações interpessoais e aprimorar suas competências no âmbito corporativo, como, por exemplo, a comunicação e a interação entre os colegas de trabalho.


Além disso, é de suma importância mencionar que a IE impacta, diretamente, a saúde física e mental. Com ela, é possível prevenir doenças psicológicas, como a ansiedade e a depressão, bem como distúrbios psicossomáticos.

Por outro lado, estudos comprovam que doenças cardíacas, câncer e diabetes, têm relação direta com sentimentos não compreendidos corretamente por pacientes.


Qual a importância da inteligência emocional?


O fato é que a vida é repleta de desafios diários: metas, prazos, reuniões, familiares, amigos, relacionamentos, saúde e decisões importantes a serem tomadas. Em todos os aspectos, estamos sendo observados e, principalmente, avaliados.


Nesse sentido, as atividades diárias e a complexidade em manter relacionamentos tornam a rotina mais desgastante e complicada, o que faz com que vivamos uma pressão constante e real. Esse é um contexto em que se faz necessário desenvolver o equilíbrio emocional.


De maneira geral, as emoções estão inseridas em todos os âmbitos da nossa vida e, caso não seja possível controlá-las, o indivíduo terá que conviver com os impactos de sentimentos negativos e decisões tomadas por impulso.


De acordo com um estudo realizado pela Isma-BR, representante brasileira da International Stress Management Association, a cada dez brasileiros do mercado de trabalho, nove apresentam sintomas de ansiedade e depressão. Por essa razão, a IE é tão importante nos dias de hoje.


Quais são os hábitos de pessoas com inteligência emocional?


A consultoria TalentSmart realizou testes com milhões de pessoas para identificar hábitos que distinguiam as pessoas com inteligência emocional alta das demais. Entre os dados coletados, observou-se os seguintes aspectos:


1. Elas são constantemente positivas


Se você acompanhar os noticiários verá que o mundo enfrenta um ciclo de guerra sem fim: ataques violentos, economias despencando, empresas grandes em falência e uma série de desastres ambientais. Assim, é fácil pensar que a sociedade deixou de respeitar o outro.


No entanto, pessoas inteligentes emocionalmente não focam suas preocupações nisso, uma vez que entendem que são coisas que não podem controlar. Elas concentram suas energias em ações que realmente podem contribuir para o desenvolvimento social e que trarão retornos positivos às suas vidas.


2. Elas são assertivas


Indivíduos que contam com o IE alto possuem um equilíbrio enorme entre boas maneiras, empatia e gentileza com a capacidade de tomarem decisões assertivas e estabelecerem limites para agir. Essas características são fundamentais para lidar com conflitos internos.


É possível observar que a maioria das pessoas que são contrariadas se comportam de maneira agressiva ou agem de forma passiva. Contudo, pessoas inteligentes emocionalmente são equilibradas e permanecem assertivas ao guiarem suas reações e atitudes.


3. Elas perdoam, mas não esquecem


Outro hábito comum entre pessoas inteligentes emocionalmente é a facilidade de perdoar indivíduos ou situações. No entanto, elas vivem pelo dilema ‘’Engana-me uma vez, o tolo é você; engana-me duas vezes, o tolo sou eu’’.


Resumidamente, emoções negativas surgem como resposta ao estresse ou a um desgaste presente em uma relação. Guardar sentimentos ruins pode gerar problemas graves para a saúde física e emocional das pessoas, e pessoas com IE sabem e evitam isso a todo custo.


4. Elas não se ofendem facilmente


Se você identificar a sua real personalidade e compreender que tipo de ser humano é, dificilmente se sentirá ofendido com algo ou fala de alguém. Pessoas inteligentes emocionalmente são autoconfiantes e cabeça aberta, o que gera uma camada extra de proteção emocional.


5. Elas tornam as coisas divertidas


Por fim, pessoas que conseguem desenvolver a inteligência emocional sabem identificar pessoas e coisas que a fazem felizes, e elas trabalham freneticamente para aplicar essa felicidade no trabalho, na vida pessoal e demais situações diárias.


Dessa forma, elas conseguem transformar atividades monótonas em tarefas divertidas, além de fazerem de tudo para que as pessoas com quem convivem sejam felizes. Além disso, elas também usam o tempo de lazer para fazer o que gostam.


E você, o que tem feito para desenvolver a sua inteligência emocional? Conhece alguma prática que pode facilitar o aprimoramento dessa habilidade? Compartilhe com a gente e deixe o seu comentário!

19 visualizações0 comentário