5 óleos essenciais para diminuir a ansiedade



A aromaterapia é uma das formas naturais mais eficazes para reduzir o estresse e a ansiedade, mesmo para quem sofre de transtornos de ansiedade.


No entanto, a aromaterapia também pode ser usada diariamente em situações mais estressantes, como fazer um exame, participar de uma entrevista de emprego ou fazer um discurso importante.


Nos casos mais graves, a ansiedade geralmente se desenvolve sem motivo aparente, sendo necessária a consulta com um psicólogo além da aromaterapia para identificar o problema e iniciar o tratamento adequado.


O que é a aromaterapia?


A aromaterapia é uma técnica natural que utiliza os aromas e partículas liberadas por diferentes óleos essenciais para estimular diferentes partes do cérebro, ajudando nos seguintes contextos:

  • alivia sintomas de ansiedade, insônia, depressão, asma ou resfriados;

  • promove o bem-estar;

  • fortalece as defesas do organismo.

Enquanto os produtos naturais são usados, é importante que a aromaterapia seja orientada por um aromaterapeuta, naturopata ou outro profissional para entender os melhores óleos essenciais a serem usados ​​em cada situação.


Como usar o óleo essencial?


A melhor maneira de usar os óleos essenciais é inalá-los, pois assim as moléculas do óleo podem chegar rapidamente ao cérebro, causando rápidas mudanças de humor.


Para realizar esta inalação de forma adequada, recomenda-se inalar os óleos essenciais diretamente do frasco.


Então você deve abrir a tampa, segurar a garrafa perto do nariz e respirar fundo, depois segurar o ar nos pulmões por 2 a 3 segundos antes de liberar o ar novamente. Inicialmente, você deve fazer 3 inalações consecutivas várias vezes ao dia, mas com o tempo você deve aumentar para 5 ou 7 inalações.


O ideal é sempre utilizar óleos essenciais orgânicos, pois apresentam menor risco de conter toxinas ou qualquer outro tipo de contaminante.


5 melhores óleos para combater a ansiedade


Os óleos essenciais podem ser inalados diretamente da garrafa, usados ​​em purificadores de ar ou aplicados na pele. Além disso, certos tipos de óleos também podem ser ingeridos, no entanto, essa prática só deve ser feita sob a orientação de um naturopata, pois podem ocorrer queimaduras no esôfago se os óleos adequados não forem usados.


1. Alfazema


Este é provavelmente o óleo essencial mais conhecido usado para tratar a ansiedade. Isso ocorre porque alguns estudos identificaram que o óleo essencial de alfazema, ou lavanda, como também é conhecido, é capaz de reduzir os níveis de cortisol, um hormônio responsável pela sensação de estresse.


Além disso, tem ação protetora do sistema cardiovascular e ajuda a restaurar a paz interior, diminuindo a irritabilidade, ataques de pânico e a inquietação.


2. Bergamota


A bergamota é um membro da família cítrica e, portanto, tem um aroma revigorante que reduz a pressão arterial e a frequência cardíaca, equilibra a atividade nervosa e reduz o estresse. Em alguns estudos, a bergamota demonstrou diminuir os níveis de glicocorticóides do corpo, hormônios que aumentam a ansiedade e o estresse.


3. Nardo


O óleo essencial de nardo, cientificamente conhecido como Nardostachys jatamansi, possui excelentes propriedades relaxantes, ansiolíticas e antidepressivas, permitindo aliviar a ansiedade persistente e as frequentes mudanças de humor.


Além disso, trata-se de um óleo que ajuda a liberar a ansiedade mais profunda e cria uma sensação de paz interior.


4. Ilangue-ilangue


O Ilangue-ilangue é uma planta com um aroma edificante que, além de acalmar e melhorar o humor, inspira sentimentos de coragem e otimismo. Este óleo essencial, quando usado regularmente, também reduz os efeitos do cortisol no organismo.


5. Patchouli


O patchouli é o óleo essencial ideal para pessoas que sofrem com excesso de trabalho e ansiedade crônica, pois tem ação calmante, ansiolítica e antidepressiva.


Quais são os benefícios dos óleos essenciais?


No corpo, por apresentarem funções terapêuticas, farmacológicas e cosméticas, os óleos essenciais têm como principais benefícios:

  • melhora e promoção da sensação de bem-estar;

  • alívio nos sintomas de doenças;

  • amenização de dores;

  • fortalecimento das defesas do corpo;

  • opção natural na composição de cosméticos.

Além disso, uma revisão sistemática concluiu que óleos essenciais contendo timol e carvacrol (compostos naturais) são capazes de atuar beneficamente na cicatrização de feridas.


Vale ressaltar ainda que a massagem com óleos essenciais e banho de pés pode proporcionar uma sensação física e psicológica de bem-estar em pacientes com AVC, de acordo com estudos. As atividades aumentam a temperatura corporal, melhoram o sono, diminuem o estresse, promovem o relaxamento e aumento da circulação sanguínea por meio do contato corporal.


Onde comprar os óleos essenciais?


Os óleos essenciais geralmente estão disponíveis em lojas de produtos naturais e até mesmo em algumas farmácias. No entanto, sempre que possível, é melhor consultar o vendedor sobre óleos essenciais de origem biológica, que, embora mais caros, são menos prejudiciais à saúde por não conterem toxinas inaláveis.


Além disso, o preço de cada óleo essencial pode variar muito dependendo das plantas utilizadas em sua preparação. Por exemplo, algumas marcas de óleos essenciais que contêm produtos orgânicos são Florame ou Folha D'Água.


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo