Comidas de festa junina: 5 pratos que não podem faltar



As comidas de festa junina são indispensáveis para promover a felicidade e o sabor que se espera da época. Bolo, cachorro quente, paçoca, quentão, maçã do amor… Quem nunca deixou o estômago ansioso para a chegada de uma das festas mais tradicionais do Brasil?


Os alimentos tradicionais da festa junina são o carro chefe dos arraiais, sempre compostos por variações e trazendo um gostinho de comida preparada com muito amor. Mas você sabe como preparar esses pratos típicos e tão especiais na vida da população brasileira?


Você sabe que a Lapidando Mentes sempre ressalta a importância de cuidar e manter a saúde mental, certo? Então, nada melhor que se alimentar bem e comer comida de verdade para garantir bem-estar e satisfação pessoal.


Antes, é interessante que você saiba um pouco mais sobre a tradição da festa junina no Brasil. Neste conteúdo, falaremos exatamente sobre isso, bem como sobre 5 pratos típicos que não podem faltar na sua festa junina - e já adiantamos: vai dar fome! Preparado?


Como surgiu a tradição da festa junina?


Para quem não sabe, a festa junina é um festival essencialmente católico, tendo como objetivo celebrar três grandes santos populares:


  • Santo Antônio, o casamenteiro (13 de junho);

  • São Pedro, guardião das portas do céu, protetor das viúvas e dos pescadores (29 de junho);

  • São João Batista, protetor dos casados e enfermos (24 de junho).

A festa junina, embora pareça que tenha surgido no Brasil, tem origem pagã. O evento foi trazido pelos portugueses, e logo depois os costumes indígenas e afro-brasileiros foram introduzidos no festival.


Com sua popularização, a festa se tornou uma celebração mundial, e, principalmente, multicultural. Se na Europa as fogueiras juninas de São João marcavam rituais que celebravam a chegada do verão, no Nordeste do Brasil, se apreciava as chuvas enviadas por São Pedro em regiões áridas para as lavouras.


Em todos os casos, é comemorado em junho uma época de ótimo período de colheita e fartura. Vale ressaltar que as maiores festas juninas brasileiras são encontradas no Nordeste, com destaque em Caruaru (PE) e Campina Grande (PB).


Quais são os elementos da festa junina?


Se você já participou de alguma festa junina, deve ter percebido que alguns elementos são encontrados em quase todas elas. Entre os elementos dessa festa tão popular do Norte ao Sul do país, podemos mencionar:

  • quadrilha, com as danças típicas em trajes caipiras;

  • música tradicional, com sertanejo e forró;

  • danças típicas, tais como xote, o xaxado e o baião;

  • fogueira;

  • casamento caipira;

  • brincadeiras com brindes, como pescaria, estalinhos, arremesso de argolas e prisão;

  • correio elegante;

  • comidas típicas.

Não podemos deixar de ressaltar que os pratos típicos talvez sejam o fator de maior atração do evento, o que chama a atenção de milhares de pessoas que esperam pelo sabor do interior: aquela comidinha simples, mas muito saborosa.


Além disso, junho é o mês que ocorre a colheita do milho, elemento este que serve como base para a maioria das receitas temáticas.


5 pratos que não podem faltar na festa junina


Agora que você já sabe que as festas juninas são sinônimos de mesa farta, que tal aprender as receitas de 5 pratos que não podem faltar durante o festival? Continue lendo e confira!


1. Bolo de milho cremoso


Certamente o bolo de milho é um dos queridinhos das festas juninas. Para desenvolver a receita, não é necessário fazer grandes investimentos ou esforços. Para o preparo, você vai precisar:

  • 1 lata de milho verde com água e tudo;

  • Meia lata da mesma de óleo;

  • 1 lata da mesma de açúcar;

  • 4 ovos;

  • 2 colheres cheias de farinha de trigo;

  • 1 colheres de coco ralado;

  • 1 colher e meia de chá de fermento em pó.

Depois de reservar todos os ingredientes, bata-os no liquidificador. Feito isto, acrescente o coco ralado, fermento e misture, unte a forma e coloque para assar. Leve ao forno preaquecido a 180 graus por, aproximadamente, 40 minutos.


2. Pé de moleque


O pé de moleque é um dos doces mais consumidos durante o festival. Ele leva em sua composição apenas amendoim, leite condensado, margarina e açúcar. Para prepará-lo, é necessário:


  1. Colocar na panela ½ kg de amendoim torrado e descascado, ½ kg de açúcar e 3 colheres de margarina;

  2. Levar ao fogo, mexendo sempre;

  3. Quando começar a formar uma calda, coloque 1 lata de leite condensado;

  4. Mexa bem, até soltar o fundo da panela, como brigadeiro;

  5. Coloque no tabuleiro untado com margarina;

  6. Deixe esfriar e corte em pedaços.

3. Arroz doce


Indispensável nas festas juninas, o arroz doce é feito a partir de ingredientes fáceis de encontrar: arroz, leite, açúcar, baunilha, leite condensado, creme de leite e canela em pó. Para preparar esse prato tão tradicional, você precisará dos seguintes elementos:

  • 1 xícara e ½ de arroz;

  • 2 xícaras e ½ de água;

  • 5 xícaras de leite;

  • 2 colheres de baunilha;

  • 1 lata de leite condensado;

  • 1 lata de creme de leite;

  • açúcar a gosto;

  • canela em pó ou em lascas.

Sobre o modo de preparo, é preciso:

  1. Coloque a água, o arroz e a canela e deixe ferver até secar a água;

  2. Coloque o leite, a baunilha, o açúcar e o leite condensado, mexendo sempre;

  3. Deixe ferver por 15 minutos e coloque o creme de leite, mexa;

  4. Ferva por mais 5 minutos e polvilhe a canela;

  5. Pode ser servido quente ou frio.

4. Cuscuz paulista


Diferente do cuscuz nordestino, que acompanha poucos ingredientes, o cuscuz paulista é feito com uma série de complementos. São eles:

  • ½ xícara de chá de azeite;

  • 1 cebola picada;

  • 1 lata ou caixa de molho de tomate;

  • 2 latas de água;

  • 1 lata de ervilha;

  • 1 lata de milho verde;

  • 1 pimentão;

  • 2 latas de sardinha ou atum;

  • cheiro verde a gosto;

  • sal e temperos a gosto;

  • 1 tablete de caldo de legumes;

  • 2 xícaras de farinha de milho grossa;

  • 3 ovos cozidos;

  • tomate para decorar.

Pela quantidade de ingredientes necessários, você deve estar pensando que esta receita é super complicada, certo? No entanto, é bem simples. Confira:


  1. Refogue o azeite, a cebola, o pimentão, a ervilha, o milho verde, o molho de tomate, o cheiro-verde, a sardinha, os temperos e o tablete de caldo;

  2. Coloque a água, deixe ferver, insira a farinha de milho e cozinhe;

  3. Unte a forma com azeite e coloque os ovos, os tomates e a sardinha por baixo;

  4. Coloque a massa na forma, deixe esfriar e desenforme.

5. Pinhão


Muito tradicional na região Sul do país, o pinhão é a semente da Araucária, muito consumida em dois formatos: assada e cozida. Nas festas juninas, o pinhão é visto em seu próprio formato, sendo necessário apenas sal, água e a semente para o seu preparo.


Para prepará-lo, você vai precisar de 1kg de pinhão, 1 litro de água e ¼ (xícara de sal). Segue o passo a passo da receita:

  1. Lave bem os pinhões em água corrente;

  2. Ponha os pinhões com a água e o sal na panela de pressão;

  3. Feche a panela e leve ao fogo alto;

  4. Assim que a panela começar a pegar pressão, conte 40 minutos;

  5. Depois deste tempo, remova a panela do fogo e deixe perder a pressão naturalmente;

  6. Descasque e sirva o pinhão cozido ainda quente.

Mas, afinal, e as bebidas?


Por fim, não adianta falarmos apenas sobre os pratos típicos e não mencionarmos as bebidas, não é mesmo? Afinal de contas, há uma série de bebidas que também são muito tradicionais nas festas juninas. Dentre as mais populares, podemos mencionar:

  • quentão com vinho;

  • chá de amendoim;

1. Quentão com vinho


Para preparar a sua receita de quentão com vinho, você precisará dos seguintes ingredientes:

  • 2L de vinho tinto suave;

  • 1 copo de água de 200 ml;

  • Meio copo de cachaça;

  • 1 ½ de açúcar;

  • 2 pauzinhos de canela;

  • 12 cravos (ou a gosto);

  • 8 rodelas de gengibre (ou a gosto).


Misture todos os ingredientes em uma panela. Assim que levantar fervura, deixe por mais 10 minutos. Está pronto; é só servir!


2. Chá de amendoim


Já podemos adiantar que o chá de amendoim não se parece nada com um chá tradicional. Muito pelo contrário: ele é cremoso e delicioso. Para a receita, você vai precisar:

  • ½ xícara de amendoim torrado sem sal;

  • 2 xícaras de leite;

  • ⅕ lata de leite condensado;

  • cravo em pó (a gosto);

  • canela em pó (a gosto).

Vamos tirar a receita do papel? Confira o passo a passo para preparar o chá de amendoim:

  1. Bata o amendoim no liquidificador ou processador de alimentos, sempre pulsando para não soltar gordura, até que fique triturado;

  2. Coloque o amendoim triturado em uma panela, o leite, o leite condensado, o cravo e a canela;

  3. Ligue em fogo médio e não pare de mexer;

  4. Quando levantar fervura, reduza o fogo, mantenha por mais 1 minuto e desligue;

  5. Sirva quente.

Para muita gente, o período de festa junina é o mais aguardado do ano. Afinal, é possível dançar quadrilha, participar de brincadeiras, pular fogueira, fazer uma boa simpatia ou simplesmente comer comida boa!


Você consegue imaginar melhor época do ano do que está para comer muita comida boa e brincar com os amigos? Então, que tal contar pra gente qual o seu prato típico preferido? Deixe nos comentários!


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo