Como Criar Um Ser Humano

A primeira infância, fase que começa na gestação e vai até os seis anos, é uma etapa fundamental na formação das crianças.

Muito do que aprendemos e os hábitos que desenvolvemos no início da vida seguirão conosco por muito tempo, se não para a vida inteira.


Nós, adultos, passamos por transformações ao longo da vida de acordo com nossas experiências e escolhas. A cada novo passo, ocorre uma modificação no modo de ser e se colocar no mundo, ainda que às vezes pouco perceptível: uma mudança de cidade, a aquisição de conhecimentos que determinam uma profissão, a convivência e o estabelecimento de vínculos duradouros com algumas pessoas, as diferentes funções sociais que se conquistam, as intercorrências com saúde e modo de vida… São essas experiências de vida que determinam nossas características e maneira de viver. O mesmo ocorre com os bebês e as crianças bem pequenas. Nestes casos, porém, devemos antes de pensar em transformações, nos ater ao tempo de formação, ao tempo de tornar-se um indivíduo humano. Com eles tudo é novo, quase tudo é “a primeira vez que está acontecendo”. Os alicerces da casa ainda estão sendo construídos e formados.


O cérebro e todo o sistema nervoso central se formam nesse início da vida, ou, melhor dizendo, desde a gestação.


As primeiras experiências têm um impacto decisivo na arquitetura do cérebro e na natureza e qualidade da capacidade do adulto”.

Deve-se entender por nutrição não apenas o alimento propriamente dito, mas também todas as ações de cuidado e os tipos de estímulo aos quais as crianças serão submetidas.

Pode-se dizer que as relações iniciais com os primeiros cuidadores (mãe, pai ou outra pessoa que se ocupa integralmente do bebê) são determinantes nesse processo de formação da criança e, por isso, devem ser relações de qualidade, baseadas tanto em atenção às necessidades do corpo e do organismo quanto em vínculos afetivos consistentes, comunicação, segurança e ainda oferta de boas experiências para apresentar-lhe o mundo. Trata-se aqui de olho no olho, de voz ritmada que acalanta e narra uma história, de sustentação corporal, de acolhimento às sensações e sentimentos, de presença permanente e significativa que garante a continuidade dos cuidados, de emoções que moldam essa relação e ainda de brincadeiras compartilhadas.


Pensando na importância deste tema, ao qual norteia toda uma vida, montamos um material base, para que você posa fazer diferente, vivemos na era da informação e temos como buscar auxilio, diferente dos nossos pais que antigamente não conseguiam fazer muito, faziam o que podiam com o que tinham, busque o conhecimento e faça o seu melhor!!


Saiba mais sobre o tema neste vídeo;


Sabemos que a grande maioria dos problemas que enfrentamos na vida adulta, vem da fase da primeira infância, onde em nossa criação acontecimentos nos moldaram e ensinaram, a cada dia vamos crescendo e não vemos o tempo passar, quando de repente, passamos pela adolescência e chegamos a fase adulta, passamos muito rápido por tudo isso, e só paramos para observar quando algo em nossa vida incomoda, quando percebemos que está faltando alguma coisa, que estamos infelizes, e vamos buscar respostas, buscamos o autoconhecimento, e isso leva tempo, anos de terapia, choro, desconstrução, até que começamos a entender e ressignificar para seguir com uma vida melhor;


E se você pudesse evitar tantas dores da criação?


Este é o intuito deste conteúdo, aqui damos a base para que você crie seus filhos de forma saudável, para que cresçam e se desenvolvam como adultos saudáveis, se você tem filhos, precisa ler e estudar este conteúdo, observe onde você precisa mudar e fazer diferente pelo bem dos seus filhos.


Prevenir é sempre a melhor opção!


Para mães, pais, professores, criadores, com base psicanalítica em Melanie Klein.



Quer saber mais sobre este material?









UM GUIA ESSENCIAL SOBRE A JORNADA DE SE TORNAR CRIADOR, PARA APENDER A CRIAR FILHOS EMOCIONALMENTE SAUDÁVEIS.



Gostou do conteúdo? Compartilhe e ajude a mais pessoas a fazerem diferente!!

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo