Como cuidar da saúde mental durante a gestação?

Atualizado: 10 de jun. de 2021




Cuidar da saúde mental é extremamente importante para encontrar um equilíbrio de vida, organizar pensamentos e relações e manter a nossa casa (corpo) em ordem, principalmente durante um momento tão intenso quanto a gestação. E esse cuidado engloba todos os períodos (antes, durante e depois) da chegada do bebê.


Mas, afinal, como cuidar de uma criança? Como manter a mente estável durante a gravidez para não afetar essa vida? Como evitar traumas e transmitir bons sentimentos ao bebê? Será que há uma fórmula mágica para criar um ser humano?


Essas dúvidas assombram as mães ao longo dos nove meses de gestação É exaustivo lidar com todas as pressões externas, sobretudo quando parentes, chefes, amigos e colegas tentam interferir na gravidez e na forma que você conduz este período.


Além disso, existe a pressão interna das próprias mamães consigo mesmas, fazendo com que a saúde mental seja ainda mais afetada com cobranças desnecessárias. Por isso, a gravidez acaba se tornando um motivo de preocupação para muitas mulheres.


Pensando nisso, preparamos este post para que você saiba como cuidar da saúde mental durante a gestão, bem como organizar todos os períodos que englobam a chegada de um bebê. Nesse conteúdo, você verá os seguintes tópicos:

  • Como cuidar da saúde mental antes da gestação;

  • Saúde mental durante a gestação;

  • Quais são os tratamentos indicados na gravidez;

  • Como cuidar da saúde mental durante a gestação;

  • Como cuidar da saúde mental após a gestação.

Como cuidar da saúde mental antes da gestação?


Um estudo publicado na US National Library of Medicine, múltiplas evidências sugerem que a ausência de saúde mental na gestação resulta em alterações neuroendócrinas, as quais podem afetar diretamente a saúde fetal.


Portanto, o desejo de engravidar deve vir de ambas as partes, originando-se da vontade de construir uma família e do amor. Além disso, o casal deve estar em fases estáveis de sua vida, e isso engloba aspectos financeiros, profissionais e emocionais.


Dessa forma, o primeiro passo para cuidar das emoções antes da gestação é refletir sobre o desejo de engravidar para eliminar problemas emocionais incubados. Ou seja: você realmente quer gerar uma nova vida? Você tem estrutura física e emocional para isso?


Na sociedade contemporânea, uma grande parcela das mulheres não deseja interromper a vida profissional com uma gestação. Esse assunto deve ser debatido com o parceiro, a fim de evitar problemas futuros no relacionamento.


Analisar as variáveis de uma gestação e os recursos que o casal tem para cuidar da criança é fundamental, além de organizar uma vida de conforto e saúde. Para isso, será necessário pensar a médio e longo prazo e buscar acompanhamento psicológico e terapêutico.


Saúde mental durante a gestação


A saúde mental durante a gestação pode ser afetada logo nas primeiras semanas. Isso porque as alterações de humor e comportamentais são comuns na gravidez. Contudo, se os sintomas persistirem, podem indicar doenças como depressão e ansiedade.


É essencial que as futuras mães, bem como seus parceiros e familiares, não ignorem os sinais, por menos nocivos que pareçam. Quando é feito um tratamento, as mulheres podem usar substâncias prejudiciais ao bebê, além de terem o emocional comprometido.


Quais são os tratamentos indicados na gravidez?


Se a tristeza e a angústia aumentarem significativamente durante a gravidez, um psicólogo deve ser procurado imediatamente. Dessa forma, a mãe poderá iniciar o tratamento logo na fase inicial, contribuindo para o sucesso do período gestacional.


Vale lembrar que não há muita diferença entre os tratamentos convencionais para os realizados com mulheres grávidas. Ele pode ser medicamentoso, terapêutico ou ambos. No primeiro caso, um psiquiatra deve ser consultado, de modo a receber orientações sobre o uso de medicamentos psiquiátricos.


Por outro lado, a psicoterapia fará com que a mulher entenda seus sentimentos, emoções e pensamentos. A mãe poderá compartilhar suas angústias, frustrações e experiências, sem medo de ser julgada.


Como cuidar da saúde mental durante a gestação?


Lembre-se que sua vida não pode parar por conta da gravidez. É óbvio que algumas alterações são inevitáveis para assegurar a saúde da mãe e do bebê. Porém, não é nada benéfico para a saúde mental se privar de manter rotinas normais.


Sendo assim, confira, a seguir, algumas maneiras de cuidar do emocional durante a gestação e garantir o equilíbrio mental:

  • Exercite-se segundo orientações médicas;

  • Leia livros que despertem o seu interesse; ou aproveite para saber mais sobre a maternidade;

  • Converse com outras mães sobre suas experiências;

  • Converse com o parceiro sobre como serão as coisas com a chegada do bebê;

  • Coma alimentos saudáveis;

  • Beba bastante água;

  • Relaxe com meditação, leitura e hobbies;

  • Marque videoconferências com os amigos;

  • Expresse seus sentimentos na terapia;

  • Mantenha o otimismo;

  • Faça atividades prazerosas para manter o bom humor.

Como cuidar da saúde mental após a gestação?


É importante ressaltar que a depressão pós-parto pode acontecer logo após o nascimento do bebê. Os principais efeitos são a tristeza, cansaço, angústia, desesperança, crises de choro e alterações de humor desagradáveis.


Na medida em que os sintomas forem percebidos, é fundamental que a mamãe procure um médico ou um psicólogo. É possível ingerir medicamentos psiquiátricos específicos durante a amamentação, sendo esses receitados e orientados por um psiquiatra.


Para evitar a depressão pós-parto ou amenizar os seus sintomas, a mulher pode criar uma rotina saudável, desenvolvendo atividades de lazer, exercícios físicos leves, alimentação regrada, momentos de autocuidado, e contato com mamães que passam pela mesma situação.


Além disso, uma boa alternativa é fazer terapia online. Como não é necessário se locomover, podem consultar um psicólogo de suas próprias casas e em horários flexíveis.


Lembre-se que saúde mental é um ponto sério, principalmente durante um momento tão delicado como receber uma nova vida.


8 visualizações0 comentário