Como desenvolver a confiança no ambiente de trabalho



A confiança é a base de qualquer relacionamento, seja pessoal ou profissional. Quando confiamos um no outro, temos certeza de que ele cumprirá suas promessas e será capaz de alcançar certos resultados. No entanto, a confiança não é criada da noite para o dia e não é preciso muito para destruí-la.


No mundo corporativo, líderes e subordinados precisam construir relacionamentos de confiança para que o trabalho funcione sem problemas. Sem esse fator, o relacionamento dificilmente é sustentável. Por um lado, o líder não confia no trabalho do subordinado; por outro, o subordinado não confia no gestor, o que desmotiva toda a equipe.


Qual a importância da confiança no trabalho?


A confiança vai muito além da responsabilidade delegada. É também confiar nos outros e ter certeza de que você pode contar com eles nos bons e nos maus momentos.


Em um ambiente profissional, a confiança cria um sentimento de pertencimento e aproxima as pessoas. Isso porque cria uma conexão entre os funcionários quando todos sabem que estão no mesmo barco e podem pedir ajuda se necessário.


Além disso, a confiança definitivamente afeta o sucesso e o crescimento de um negócio. Quando sua equipe confia na história, nos valores e nos líderes da empresa, todos ficam mais motivados a fazer um bom trabalho, principalmente porque acreditam que serão reconhecidos no devido tempo.


Como alimentar a confiança dentro da empresa?


Construir confiança na equipe é uma rotina intensa e desafiadora. A longo prazo, valerá a pena construir uma equipe coesa em que claramente as pessoas possam confiar umas nas outras.


Para esse processo, confira algumas dicas que podem ser aplicadas no seu dia a dia profissional!


1. Trabalhe a autoconfiança


Para construir uma relação de confiança, primeiro você precisa confiar em si mesmo. Sabe aquele cara que não tem confiança na hora de se apresentar para os clientes no trabalho? Ele mal consegue estabelecer uma relação de confiança. Para isso, primeiro é preciso ter certeza de que ele sabe do que está falando.


A autoconfiança automaticamente passa confiança para as quem está ao seu redor, portanto, o primeiro passo é confiar mais em si mesmo e ser capaz de transparecer isso.


2. Ofereça feedbacks sinceros e construtivos


Seja você um líder ou liderado, não há como dar feedback se ele não for sempre sincero e construtivo. Ao se comprometer com a construção do feedback, você pode demonstrar que é um funcionário dedicado, focado e preocupado com o desenvolvimento dos outros.


Dar e receber feedback exige que as pessoas façam muito. Muitas pessoas não dão a atenção que merecem, e o fazem de qualquer maneira, o que acaba afetando a forma como os relacionamentos são construídos.


Um líder desatento, com pouco foco na gestão de pessoas, não pode fornecer feedback construtivo que seja verdadeiramente baseado em pontos fortes e fracos individuais. Por outro lado, um membro da equipe desengajado dificilmente se importa em ter uma conversa franca com seu gerente sobre possíveis melhorias.


Profissionais que dão um bom feedback constroem relacionamentos mais honestos e de confiança. Este é um momento muito importante para saber que seu gerente e/ou equipe está do seu lado e que você pode contar um com o outro.


3. Mostre que acredita no potencial dos colaboradores


A confiança anda de mãos dadas com a crença nos outros. Ao acreditar no potencial de sua equipe ou parceiros, surge naturalmente um ambiente de confiança. Além disso, quando uma pessoa sente que os que a cercam acreditam em seu potencial, ela se sente mais confiante e pronta para alcançar seus objetivos.


Como mencionamos anteriormente, a autoconfiança é o primeiro passo na construção de relacionamentos de confiança entre as pessoas.


4. Comunicação transparente


Além de conectividade, inclusão e mobilidade, os jovens valorizam empresas que permitem comunicação aberta e transparente, segundo pesquisa realizada pelo Standards Intelligence Center em parceria com a MindMiners.


E que melhor maneira de construir uma relação de confiança do que ter uma conversa honesta, clara e transparente? As empresas que divulgam os resultados e explicam sua estratégia a todos os funcionários têm maior probabilidade de criar um ambiente de confiança. Sem falar que, dessa forma, toda a equipe se sente parte da empresa.


5. Proporcione autonomia e liberdade


De todas as mudanças que ocorreram no mundo profissional nos últimos anos, uma das mais notáveis ​​foi o crescimento do trabalho remoto. De acordo com uma pesquisa da Flexjobs, esse tipo de trabalho cresceu 115% na última década.


É certo que essa é uma tendência mundial e o mito de que a produtividade só acontece das 9h às 18h está sendo desmascarado. Cada vez mais empresas estão aderindo ao Home Office ou profissionais 100% remotos.


Se você é um dos gerentes que supervisiona o trabalho que sua equipe faz todos os dias, isso certamente destruirá o relacionamento de confiança com a equipe. Confiança não é mais estar no local, mas entregar um trabalho de alta qualidade no prazo.


6. Reconheça quem merece


O reconhecimento é uma poderosa injeção motivacional. Quando um membro da equipe atinge um determinado objetivo ou meta, a aprovação de um colega ou gerente faz com que ele se sinta bem consigo mesmo.


Por essas e outras razões, a melhor saída é ter um programa de reconhecimento estruturado, afinal, toda vez que um colaborador recebe um reconhecimento, automaticamente os seus níveis de desejo por desafio, busca por melhoria da qualidade do seu trabalho e a confiança que possui no seu time aumenta.


Gostou deste artigo? Confira outros conteúdos https://www.lapidandomentes.com.br/blog


3 visualizações0 comentário