Como desenvolver a criatividade em 6 passos



A criatividade é uma das habilidades que todo profissional deve procurar desenvolver. Mesmo as pessoas que não trabalham no mercado das artes podem se beneficiar da criatividade. Funcionários criativos trazem inovação, novas ideias e soluções únicas para as empresas.


Uma pessoa criativa pode encontrar sucesso em praticamente qualquer área da vida, como projetos pessoais, hobbies e suas próprias carreiras. Isto é devido à sua capacidade de ser automotivado e autoinspirado. Alguns minutos de pesquisa podem fazer com que as ideias comecem a surgir.


Portanto, outra característica das pessoas criativas é a iniciativa. Ela pensa, imagina, planeja e coloca em prática. Apesar de enfrentar obstáculos como todos os outros, ela é capaz de encontrar várias soluções para superá-los.


Afinal, o que é criatividade?


A criatividade é um elemento intrínseco ao ser humano. É a capacidade de pensar de uma perspectiva diferente e transformar algo ultrapassado em algo novo.


O mundo de hoje está cheio de ideias, e conceitos completamente originais são raros. Muitas vezes você vê diferentes interpretações da mesma coisa.


Uma pessoa criativa pode reembalar ideias antigas para torná-las novas e nunca pensadas antes. Em outras palavras, não há necessidade de inventar algo que nunca foi visto antes, ou criar algo brilhante para criar.


Outra habilidade das pessoas criativas é perceber oportunidades. As necessidades das pessoas mudam ao longo do tempo e das inovações tecnológicas. Hoje, muitas empresas estão se transformando para o digital em resposta às demandas dos consumidores.


Nesse caso, muitas companhias provavelmente precisarão modificar seus modelos operacionais, como serviços online, comunicação em redes sociais, serviços digitais etc. A criatividade também é perceber oportunidades em tal ambiente e entregar um produto ou serviço útil aos clientes.


Como trabalhar a criatividade?


Se você não se considera uma pessoa muito criativa ou busca aprimorar esse atributo, saiba que a criatividade é uma questão de prática.


Um problema comum para pessoas criativas é a autossabotagem. Isso, por sua vez, é impulsionado pelo perfeccionismo e pela autocrítica. Afinal, como saber se sua ideia é realmente boa? Ou, pior ainda, como executar a ideia que você imaginou na sua cabeça da mesma forma na realidade?


A chave para liberar a criatividade é praticá-la todos os dias, seja através da prática criativa ou aplicando-a a problemas e tarefas cotidianas, e quando a inspiração surgir, deixe-a fluir livremente.


1. Exercite a sua criatividade


A curiosidade é uma ferramenta que, aliada à criatividade, pode resultar em um trabalho incrível. Para desenvolvê-la, você pode procurar saber mais sobre as origens de seus hobbies, interesses e carreira. Muitas vezes, as pessoas criativas são capazes de inovar porque conhecem muito bem as tentativas fracassadas de modelos antigos e predecessores.


Além disso, a história humana contém muitas fontes de inspiração. Por exemplo, a indústria da moda fatura milhões trazendo roupas e estilos do passado para o presente, adaptando-os aos gostos dos consumidores.


O passado pode conter ensinamentos que são muito úteis para o seu trabalho ou projetos pessoais. Portanto, sempre que você ficar preso no processo criativo, desperte sua curiosidade pesquisando mais sobre o que está fazendo. Procure o "como", "quando" e "por que" para se inspirar.


A curiosidade também pode apontar para o futuro. Quando você vê um filme muito bom que deixa algumas pontas soltas, geralmente você pensa em como a história vai continuar, certo? Projetos profissionais, pessoais e acadêmicos podem fazer o mesmo!


2. Atualize-se sobre sua área


Assim como você deve entender o passado da personalidade e da marca do seu nicho, você precisa focar no presente. É assim que você encontra inspiração nas conquistas e inovações de seus competidores.


Ao acompanhar o que está acontecendo em sua área, você também pode aprender o que é tendência, o que é útil para os outros e o que os consumidores estão pensando.


Para se atualizar de forma mais profissional, invista em cursos, seminários e congressos. Além de adquirir novos conhecimentos, você conhecerá muitos profissionais que podem ser grandes amigos ou mentores.


3. Aumente sua autoconfiança


Muitos poderiam acusá-lo de ser louco e ainda projetar seus próprios medos em seus projetos dizendo “não vai dar certo”. Se você deseja alcançar seus sonhos e objetivos, ignore esse tipo de comentário.


Por outro lado, ser criativo também é abrir o suficiente para ouvir críticas construtivas. É verdade que sua opinião deve ser altamente valorizada ao longo de sua vida. No entanto, as pessoas que lhe desejam boa sorte ou demonstram um interesse legítimo em você podem enriquecer seu trabalho com opiniões confiantes.


Saber quando ouvi-los e quais conselhos seguir também é um sinal de confiança, porque mostra que você confia tanto em si mesmo que não tem medo de correr riscos. Então acredite em você e valorize suas ideias, mas também aceite críticas para crescer mais rápido!


4. Busque desafios


É um alerta para buscar um desafio quando a mesmice toma conta da vida cotidiana. Eles não apenas inspiram criatividade, mas também inspiram outros potenciais, como a resiliência.


Encontre novas atividades (profissionais ou não profissionais), aulas, eventos sociais legais, networking e qualquer outra coisa que você achar desafiadora. Assim, você também pode criar oportunidades para enfrentar seus medos e se fortalecer.


5. Anote suas ideias


As ideias são sorrateiras. Em nossa opinião, são soluções brilhantes que podem mudar o mundo e desaparecer no momento seguinte. Portanto, você deve adquirir o hábito de escrevê-las ou gravá-las com o gravador do seu telefone.


No final de cada dia, à medida que o projeto avança, faça um balanço das novas ideias para ver quais podem ser úteis agora. Não jogue fora coisas que parecem muito fora de controle. Elas podem ser melhoradas ao longo do tempo e aplicadas em outros momentos.


6. Trabalhe com o que ama


É um clichê, mas é um conselho real. Siga sua paixão, mesmo que leve anos para chegar lá. Muitas pessoas iniciam projetos pessoais para ter acesso a algo que realmente amam, ou desistem depois de trabalhar para uma empresa por muitos anos. Cada indivíduo encontra uma fórmula diferente.


Gostou deste artigo? Você se considera uma pessoa pouco criativa? Saiba que a psicoterapia pode ajudá-lo a desenvolver essa habilidade!


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo