Como desenvolver empatia: 5 hábitos diários


Não é novidade para ninguém que a empatia é uma das expressões mais comentadas nos dias de hoje, certo? Afinal de contas, a habilidade de se colocar no lugar do outro contribui para a construção de relacionamentos saudáveis e auxilia no que diz respeito às etapas do autoconhecimento.


É importante mencionar que a empatia prepara o indivíduo para que ele possa entender as necessidades do outro, bem como suas dores, sentimentos e problemas. Além disso, ela permite a escuta ativa e um relacionamento mais próximo e compreensivo.


Dessa forma, a capacidade de ser empático beneficia as relações familiares, com parceiros e com colegas de trabalho, o que torna a convivência entre ciclos sociais mais agradável e harmônica. No entanto, desenvolver a empatia não é tão fácil quanto parece.


Dito isto, vale ressaltar que viver com base na empatia exige muito mais do que se colocar no lugar do outro: é preciso, também, agir de forma correspondente a isso. Por isso, é fundamental atentar-se a pequenos detalhes e atitudes que nutrem essa habilidade.


Pensando nisso, preparamos um conteúdo completo para que você possa entender se você é uma pessoa empática e hábitos diários para desenvolver a empatia. Neste post, você verá os seguintes tópicos:

  • Qual a importância da empatia?

  • Você é um ser humano empático?

  • 5 dicas para desenvolver a empatia.

Mas, afinal, qual a importância da empatia?


A importância da empatia pode ser caracterizada pela seguinte razão: aceitar as diferenças e anseios do outro. A pessoa empática consegue enxergar a vida pela perspectiva de outro indivíduo, de modo a entender suas crenças, atitudes e sentimentos.


Além do mais, a empatia faz com que a pessoa entenda que cada um tem um jeito único e especial de viver, lidar com situações e reagir diante de determinados momentos. Assim, ela aceita a diferença e respeita o posicionamento e atitudes do outro.


Um exemplo bem simples de empatia são as mulheres que se sentem realizadas por não terem filhos; e outras que sofrem por não serem mães. Em ambos os casos, a empatia faz-se necessária para entender a escolha e a situação a que estão submetidas.


Embora a empatia seja extremamente positiva para as relações humanas, é de suma importância praticá-la com equilíbrio. Não é bacana trazer o problema do outro para nós. Isso afetará o nosso autocuidado e também a vida das pessoas ao nosso redor.


Você é um ser humano empático?


Como mencionado acima, ter empatia é enxergar com o ponto de vista do próximo; é a habilidade de se colocar no outro e compreender os seus problemas. A competência auxilia na qualidade de vida e melhora a convivência entre as pessoas.


Para identificar se você é um ser humano empático, é necessário observar seus hábitos diários, bem como a forma em que você se posiciona diante de situações embaraçosas. Ou seja, a empatia está diretamente relacionada a pequenos comportamentos e ações.


Nesse sentido, é importante ficar atento aos detalhes, afinal, sempre podemos melhorar a maneira em que compreendemos o próximo. Além disso, a prática de empatia leva a seguinte análise: e se fosse comigo?. Com isso, você consegue identificar se tem a habilidade de se colocar no lugar do outro.


5 dicas para desenvolver a empatia


Roman Krznaric, autor da obra ‘’Empatia’’, define a expressão da seguinte forma: ''A identificação psicológica com a experiência empírica e psicológica dos sentimentos, pensamentos ou atitudes do outro’’. Assim, confira 5 dicas para desenvolver a empatia:


1. Pratique o autoconhecimento


O autoconhecimento é essencial para quem busca se tornar um ser mais empático. Tenha em mente que cada pessoa foi criada de uma maneira diferente, tendo características e vivências únicas e especiais.


Portanto, o primeiro passo é se empenhar em conhecer e desenvolver seus pontos fortes e aprender a prestar atenção em seus sentimentos diante de cada situação. Dessa forma, será mais fácil interpretar o seu comportamento.


De maneira geral, para se colocar no lugar do próximo, é preciso, antes de mais nada, entender a si mesmo, a fim de perceber que o outro tem diferentes tipos de pensamento, motivação e valores que podem, sim, serem contrários aos seus.


2. Não aponte o dedo


As pessoas que mais julgam são as que têm menos conhecimento de si. Sendo assim, evite olhar para o outro baseando-se em suas opiniões, valores, experiências e sentimentos. Veja e, principalmente, entenda a situação como ela realmente é.


Além disso, crie um canal de diálogo aberto com a pessoa, a fim de entender o problema e evitando rotular o próximo.


3. Converse de forma empática


Quando você se sentir à vontade para conversar com alguém ou vierem falar com você a respeito de algo, seja respeitoso com a dor do outro. O ideal é demonstrar que você quer ouvir e está disposto a encontrar meios para auxiliar.


Vale destacar que expressões como ‘’eu te entendo’’, ‘’sei que você tem total capacidade de resolver isso’’ ou ‘’vamos resolver isso juntos’’, são fundamentais para gerar conforto e mostrar que o indivíduo realmente pode confiar em você.


4. Seja gentil se não puder dar atenção no momento


Outro ponto simples para desenvolver a habilidade da empatia é ser gentil. Afinal, sabemos que nossas responsabilidades diárias tomam boa parte do nosso tempo. Com isso, talvez você esteja ocupado quando alguém precisar da sua ajuda.


Então, quando estiver sem tempo para ouvir, ou mesmo não se sentir à vontade para conversar naquele momento, expresse isso de maneira delicada, mostrando a pessoa que vocês podem falar sobre o assunto mais tarde.


5. Aprenda a ouvir com atenção


Por fim, é fato que ninguém gosta de ser interrompido durante uma conversa. Portanto, silencie seus pensamentos e esqueça seus afazeres enquanto o outro fala. Lembre-se de estar de corpo e alma para ouvir e auxiliar no que puder.


Além disso, escute com atenção o que está sendo dito, preste atenção na linguagem corporal emitida, nos gestos, na respiração e nos demais sinais que podem contribuir para a compreensão dos sentimentos do outro.


Gostou do nosso conteúdo sobre como desenvolver a empatia? Se sim, compartilhe com os colegas e deixe o seu comentário!


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo