Como parar de procrastinar? 5 hábitos para aplicar na sua rotina


Você já empurrou com a barriga a resolução de um problema ou a execução de uma tarefa complicada? Ou mesmo deixou de fazer algo importante por simplesmente não se sentir disposto naquele momento? Se a resposta for sim para todas as perguntas, temos a infelicidade de mencionar que, sim, você tem o hábito de procrastinar.


Procrastinar significa deixar uma atividade para depois, adiando ou retardando a sua execução para outro momento. No entanto, é importante ressaltar que a procrastinação é uma grande vilã da rotina, visto que interfere diretamente no resultado final das tarefas.


Dessa forma, procrastinar é um hábito extremamente improdutivo para quem busca otimizar o tempo e extrair o máximo da rotina do dia a dia. O maior problema é que a procrastinação está enraizada na sociedade, sendo objeto de estudo de inúmeros filósofos e pesquisadores ao longo da história.


Pensando na relevância do conceito nos dias atuais, preparamos um conteúdo completo para que você saiba tudo sobre procrastinação e entenda como desenvolver hábitos para eliminá-la da sua rotina. No post de hoje, você verá os seguintes tópicos:


  • O que é procrastinação?

  • Por que a procrastinação acontece?

  • 5 hábitos para parar de procrastinar.


O que é procrastinação?


Resumidamente, procrastinar é o ato de adiar o cumprimento de uma tarefa que precisa ser realizada. Segundo o psicólogo Timothy Pychyl, da Universidade Carleton, no Canadá, ‘’Você sabe o que deve fazer e não é capaz de fazer. É uma lacuna entre intenção e ação.’’


Entretanto, é válido ressaltar que a procrastinar é um ato que pode ser realizado tanto de forma consciente quanto inconscientemente, uma vez que o desenvolvimento do hábito depende diretamente das características e situação emocional do indivíduo.


Em ambos os casos, é tomada uma decisão de ‘’empurrar’’ a atividade. Isso acontece normalmente em atividades menos prazerosas ou de menor importância para a pessoa procrastinadora. Para simplificar, separamos, a seguir, 3 exemplos de procrastinação:


  • Deixar um assunto para resolver depois;

  • Não arrumar o quarto, ainda que seja urgente, pois você optou por maratonar uma série;

  • Adiar um compromisso por pura preguiça.


De acordo com uma pesquisa realizada pela Fundação Estudar, em parceria com a MindMiners, 52% dos que responderam afirmaram que a procrastinação é, de fato, o maior inimigo da sua produtividade.


Por que a procrastinação acontece?


Em primeiro lugar, é importante mencionar que a procrastinação não é um mal da vida moderna, haja vista que ela já se fazia presente nas civilizações antigas. O poeta grego Hesíodo, por exemplo, escreveu em 800 a.C ‘’Deixar seu trabalho até amanhã e no dia seguinte”.


Assim, torna-se evidente que o cérebro humano se ‘’rende’’ ao hábito de procrastinar há muito tempo, e isso se deve a sensação de recompensa imediata. Por isso, a mente tende a brigar com atividades que promovem benefícios futuros em troca de esforços presentes.


Segundo a especialista Caroline Webb, ‘’Isso acontece justamente porque é mais fácil para nossos cérebros processarem coisas concretas em vez de abstratas, e o incômodo imediato é muito tangível em comparação com aqueles irreconhecíveis e incertos benefícios futuros”


Além disso, é comum observar indivíduos que lidam de maneira mais simples com o ato de procrastinar, pois é hábito pode ter sido desenvolvido por um fator genético, o que acaba não sendo um grande pesar para a pessoa procrastinadora.


5 hábitos para parar de procrastinar


Você já deve ter percebido que não basta apenas saber o que é procrastinação, é fundamental entender como parar de procrastinar, certo? Pensando nisso, preparamos uma lista com 5 hábitos essenciais para que você pare de procrastinar de uma vez por todas!


1. Analise e identifique um padrão


Em primeiro lugar, é de suma importância fazer uma autoanálise e entender o que faz você procrastinar. Portanto, observe e anote todas as situações que fazem com que você adie suas atividades, sejam elas importantes ou não.


Se for preciso, conte com o auxílio de um terceiro que conviva com você para avaliar que tipo de tarefa tira a sua concentração. Desenvolva meios e ações para evitar esse tipo de interferência e, consequentemente, eliminar o hábito de procrastinar.


2. Faça uma coisa de cada vez


Outro passo de extrema importância para não procrastinar e adotar hábitos mais equilibrados é fazer uma coisa de cada vez. Sendo assim, nada de querer mostrar ser mil e uma utilidades nessas horas, viu?


De maneira geral, você vai achar que está sendo super produtivo mas, no final, vai acabar não concluído nenhuma das atividades que se dispôs a realizar. Então, organize-se por ordem de prioridade e faça uma coisa por vez.


3. Tente eliminar estímulos externos


Se você faz parte daquele grupo de pessoas que têm dificuldade para manter o foco, estímulos externos não relacionados às suas tarefas podem comprometer a sua produtividade e, também, afetar a sua concentração.


O fato é que o entretenimento sempre vai parecer mais interessante do que uma responsabilidade ou obrigação, ainda mais se você tiver a oportunidade de prolongar o prazo de determinada demanda.


Um exemplo bem simples é manter o celular afastado enquanto você realiza duas atividades. Dessa forma, você evita checar as redes sociais ou os grupos do WhatsApp.


4. Separe a tarefa em vários passos


Criar listas é uma ótima maneira de organizar a rotina e manter o foco em tarefas que realmente são importantes. Se você é do tipo de pessoa que adora fazer listas, esta é uma etapa que cairá perfeitamente bem no seu dia a dia!


Nesse sentido, uma saída para livrar-se do ato de procrastinar é enumerar os passos de cada tarefa, quebrando uma atividade mais complexa em etapas menores e mais fáceis de serem executadas.


5. Controle antes que vire rotina


Por fim, vale ressaltar ainda que a procrastinação é um problema que afeta não só o âmbito profissional, como também o pessoal, chegando a interferir, inclusive, na construção de relacionamentos interpessoais.


Além disso, procrastinar pode prejudicar a saúde física e mental, desencadeando sentimentos como culpa, estresse e ansiedade, criando situações e pressão desnecessárias. Portanto, tente controlar a prática antes que se torne rotina.


E você, tem o hábito de procrastinar? Conhece alguém que já se prejudicou por conta da procrastinação? Compartilhe a sua experiência conosco!

6 visualizações0 comentário