Conheça os benefícios da música para a sua mente


Os benefícios da música para a mente e o corpo são diversos. Ouvir uma canção não é só um entretenimento, mas também é uma medida para acalmar e relaxar, ela pode trazer diversos benefícios para a saúde.


Os benefícios da música vão desde o alívio de dores, a melhora da memória e até mesmo um estímulo para a prática de atividade física. A música funciona como um “remédio” para vários problemas já que ela ativa o centro de prazer do cérebro, assim como o chocolate, por exemplo.


Ouvir música libera dopamina e causa uma sensação de bem-estar e, por isso, tem sido usada por médicos, terapeutas e preparadores físicos para o tratamento de diversos problemas.


O fato é que quando o ruído não é invasivo e propicia sentimentos agradáveis, ele é capaz de neutralizar efetivamente a capacidade de nosso sistema de atenção inconsciente nos distrair.


Pensando nisso, preparamos este conteúdo para te falar um pouco mais sobre os benefícios da música para a sua mente. Vamos lá?


Você sabia que existem terapias com música?


Essa terapia é chamada de terapia binaural. Pesquisas têm mostrado que se pode alterar estados mentais a partir de certos estímulos externos.


O uso terapêutico de estímulos, por exemplo sonoros, ajuda a mente a atingir um estado de relaxamento, sono, cura, criatividade, memória, concentração, foco, entre outros.


O uso de um simples aplicativo para celular, tablet, ou arquivos de som reproduzidos em qualquer dispositivo pode ajudar no tratamento de condições mentais, mas também pode ser usado por pessoas neurotípicas.


O som capaz de alterar o comportamento do cérebro foi descoberto em 1839 pelo cientista alemão Heinrich Wilhelm Dove.


Ele descobriu que quando os sinais de duas frequências diferentes são apresentados separadamente – um para cada ouvido – o cérebro detecta a variação de fase e tenta conciliar essa diferença sincronizando o funcionamento dos hemisférios esquerdo e direito. Isso resultaria em ganhos terapêuticos.


Em 1973, pesquisa publicada pelo biofísico Gerald Oster no Hospital Monte Sinai, em Nova York, usou as batidas para comprovar que a estimulação auditiva melhorava o funcionamento do cérebro.


Profissionais que aplicam o método e relatos de “usuários” na internet dão conta de que os áudios têm o poder de acessar o subconsciente humano.


As combinações das batidas e ruídos seriam capazes de causar frenesis cerebral ou aquietar a mente por completo, desencadeando um sono profundo.


A música de relaxamento também pode ajudar a nossa mente


Sons curativos ou não, o que sabemos é que são capazes de gerar no nosso corpo e na nossa mente uma mudança, como se uma força invisível nos reiniciasse e nos sintonizasse com mais intensidade com nosso próprio ser. A música relaxante é um convite direto ao bem-estar e vale a pena saber muito mais sobre essa arte, essa prática tão recomendável.


A cada três meses, a APA (American Psychological Association) publica uma revista de musicologia atualizando o estudo relacionado a esse tema.


Hoje em dia temos à disposição vários experimentos, pesquisas e trabalhos teóricos baseados ou relacionados com a pesquisa experimental que nos demonstra algo que à nossa maneira já intuíamos: a música e, em especial, a música relaxante tem grandes benefícios cognitivos, emocionais e neurobiológicos.


Entre os diversos benefícios da música relaxante, se destacam:

  • Redução de estresse;

  • Sons da natureza melhoram a nossa concentração;

  • Reduz a sensação de dor;

  • Melhora nosso descanso noturno;

  • Melhora o funcionamento do cérebro;

  • Seu coração também agradece uma sessão de música relaxante;

  • Mais serotonina e endorfina;

  • Uma alimentação mais consciente.

São muitos benefícios, não é mesmo?


A neurociência estuda ruídos para criar frequências sonoras capazes de melhorar o foco e reduzir distrações. É uma harmonia perfeita entre timbre, volume e ritmo.


Já experimentou trabalhar com o barulho constante das ondas do mar? Ou ouvindo um chiado suave de uma TV fora do ar, por exemplo? Pode parecer esquisito, mas de acordo com estudos, quando há um ruído difuso no ambiente, a produtividade e a concentração afloram.


A música pode te ajudar na meditação


Segundo pesquisas, aliar música e meditação pode trazer inúmeros benefícios para a sua saúde. Mas será que eu posso escolher qualquer tipo de música para meditação que vou obter resultados positivos?


Tem sido demonstrado que ouvir música relaxante pode ter um impacto bastante positivo durante a prática de meditação e também na sua vida. Escutar músicas calmas e relaxantes liberam no corpo um poderoso composto chamado dopamina.


Este neuroquímico é um dos responsáveis pela felicidade. Ao aliarmos a música com a meditação criamos mudanças positivas em nosso estado mental.


A música assim como a meditação são poderosos transformadores. E vale muito a pena experimentar a prática da meditação ao som de músicas relaxantes com sons de natureza. O som da água pode ser muito reconfortante, além de evocar imagens calmantes, que ajudam a liberar os pensamentos estressantes.


É interessante lembrar ainda que a música faz parte de diversas tradições espirituais. Tem sido utilizada, frequentemente, como um elemento importante de ritos que têm como objetivo unificar o indivíduo com o divino, para concentrar a mente e explorar verdades mais profundas.


Playlist de músicas relaxantes


Preparamos também para vocês uma playlist de 10 músicas para ajudar a relaxar a sua mente. Confira:

  • Weightless – Marconi Union;

  • Only Time – Enya;

  • Vilarejo – Marisa Monte;

  • Please Don’t Go – Barcelona;

  • Rosa Morena – João Gilberto;

  • Chateau – Angus & Julia Stone;

  • Dia Clarear – Banda do Mar;

  • Clair de Lune – Claude Debussy;

  • Tomorrow — Chasing Dreams;

  • Stars — Brian Eno.

E você, já conhecia alguma dessas músicas? Quais músicas você escuta quando quer relaxar a mente? Conta aqui nos comentários.

2 visualizações0 comentário