Crenças limitantes: 5 dicas e exercícios para superá-las



Os seres humanos precisam passar por um processo de evolução em algum determinado momento da vida. E, com sorte, vivemos e enfrentamos situações que nos ensinam a ter uma mente forte, uma trajetória de vida saudável e desenvolver atitudes positivas.


No entanto, também existe o lado oposto da evolução humana: o qual você se depara com crenças limitantes para alcançar a sua superação. Afinal, a nossa trajetória está repleta de situações que influenciam negativamente e positivamente às nossas vidas.


Certamente você já ouviu falar sobre crenças limitantes, não é mesmo? Mas talvez não saiba o que elas representam ou como elas podem afetar o nosso desenvolvimento pessoal. Inclusive, são elas que determinam nossas características e personalidade.


Pensando nisso, preparamos este post com o intuito de esclarecer a popularização do termo ‘’crenças limitantes’’ e apresentar 5 exercícios simples que você pode fazer para superá-las. Continue a leitura e acompanhe!

O que são crenças limitantes?

Muito se tem falado sobre a importância de superar crenças limitantes para conseguir trilhar novos caminhos ou mesmo realizar uma atividade tão sonhada. Mas será que você realmente sabe o significado destes pontos que influenciam tanto à nossa vida?


Em resumo, crenças limitantes são pensamentos e interpretações que você os toma como uma verdade absoluta, mas que no fundo são falsas ou pelo menos não verdades absolutas. Essas crenças impedem de contar com uma vida melhor.


Para simplificar, podemos destacar alguns exemplos simples que refletem crenças limitantes muito comuns. São eles:

  • Não sou bom em matemática por isso não posso me tornar um bom engenheiro;

  • Não posso ser advogado pois minha família inteira cursou Medicina;

  • Preciso passar o resto da minha vida no mesmo emprego pois não tenho competência para arrumar algo melhor;

  • Não posso viajar de avião pois a minha tia morreu em um acidente áreo.

Além disso, você pode imaginar a seguinte situação: durante a infância, se um pai diz ao filho que ele não é uma pessoa forte, ou o compara com o irmão exemplar, certamente essa atitude irá afetar a autoestima e o transformará em um indivíduo inseguro.

Mas, afinal, como superar crenças limitantes?

Enfim, a parte prática! Afinal, entender como superar crenças limitantes é fundamental para o seu desenvolvimento pessoal, bem como evolução e aprendizado.


Confira, a seguir, 5 passos para vencer qualquer tipo de crença que esteja impedindo você de conquistar algo ou realizar um sonho:


1. Identifique quais são suas crenças limitantes

O primeiro passo para superar suas limitações é identificar quais são as crenças que impedem você de agir. Para isso, pegue um papel e caneta e comece a anotar tudo aquilo que considerar necessário.


Isso pode ser feito em forma de frase, como: ‘’Minha crença limitante aborda aspectos financeiros. Eu acredito que não posso guardar dinheiro. Por isso, nunca consigo guardar uma quantia’’.


Esse é apenas um exemplo entre muitos. Quando uma pessoa acredita que não consegue perder peso, ela continuará acima do peso. A mesma coisa vale para relacionamentos, amizades, trabalhos… Enfim, são infinitas questões!


2. Busque a causa da sua crença limitante


Depois de identificar a sua crença limitante, é hora de entender quais situações da sua vida devem ser eliminadas. Buscar a causa é fundamental para compreender seus sentimentos voltados à algum momento que impede a sua evolução.


Vale ressaltar que, geralmente, a crença limitante é aplicada durante a infância, momento de construção de personalidade e características individuais. Ela pode envolver uma crítica, situações constrangedoras, experiências traumáticas, histórias, entre outros.


Para entender a causa, use e abuse da sua criatividade para entender o que realmente te impede de trilhar novos caminhos. Mas se você precisa resolver um problema interno, significa que tem um objetivo a ser alcançado. Por isso:


3. Defina qual é o seu objetivo


Você já deve ter percebido que só nos deparamos com uma crença limitante quando ela impede que você alcance um objetivo, certo? A partir disso, você começa a se auto sabotar da pior maneira possível, uma vez que passa a acreditar que não pode traçar suas metas.


Embora você queira muito trilhar novos caminhos e alcançar objetivos desafiadores, é muito comum se questionar:

  • Eu não consigo fazer isso!

  • Eu não posso fazer isso!

  • Eu não sei como fazer isso!

Tudo bem que essa é uma armadilha comum, mas evite de cair nela! Afinal, isso pode afetar o seu processo de tomada de decisões e escolhas decisivas. Por isso, podemos destacar a importância de definir um objetivo.


Dessa forma, foque em um único objetivo maior e esqueça, de uma vez por todas, aquilo que te limita. Substitua as perguntas por questões positivas, como: o que eu quero alcançar nesta situação? Qual é o meu verdadeiro objetivo?


4. Substitua a crença limitante por uma crença desafiadora


Lembre-se que um crença pode acabar se tornando um hábito. Por isso, a melhor maneira de eliminar uma crença negativa é substituindo-a por outra que forneça ânimo, motivação e que faça com que sua vida tome rumos melhores.


Antes de mais nada, é fundamental que o indivíduo realmente queira mudar. Sem isso, cursos, informações e orientações não vão gerar bons resultados. São as pessoas que devem tomar a decisão e buscar uma vida mais próspera.


Neste momento, o ideal é substituir uma crença limitante por uma fortalecedora. Mas, afinal, como fazer isso? Simples: fazendo perguntas!


Por exemplo: eu não consigo perder peso pois eu como o tempo todo. É fundamental substituir essa crença por falas positivas, como: antes eu não conseguia perder peso, agora eu já sei como alcançar os meus objetivos.


No entanto, para conseguir bons resultados com a técnicas, é bem bacana anotar a sua nova crença fortalecedora em um local que você possa visualizá-la o tempo todo!


5. Treine a nova técnica até que vire um hábito


Por último, alguns estudos apontam que as crenças dominam o nosso comportamento de maneira intuitiva, ou seja, inconsciente. Portanto, uma crença só se torna uma crença quando não questionamos-a, sob nenhum argumento ou hipótese.


Por isso, tente condicionar a sua crença de formatelecimento. Isto é: treiná-la até que ela se torne uma realidade para a sua mente, viabilizando e mostrando que não é tão difícil alcançar o que você tanto almeja.


E você, tem alguma crença que não consegue se livrar? Já utilizou outras técnicas para desmistificar isso? Compartilhe a sua experiência com a gente!







574 visualizações0 comentário