Doenças psicossomáticas: como o emocional afeta a saúde física?


O corpo é o reflexo da nossa mente. Por isso, se as nossas emoções, crenças e pensamentos estiverem debilitados, muito provavelmente o corpo físico irá encontrar um meio para sinalizar o problema. E é exatamente assim que surgem as doenças emocionais.


Dessa forma, as doenças são pequenas representações do inconsciente, que precisa apontar questões internas mal resolvidas. Elas envolvem, em geral, emoções em deficiência ou em excesso, a resistência às mudanças e o padrão limitante de comportamento.


Por essa razão, é fundamental compreender os problemas emocionais relacionados à deficiência física e identificar o que a doença está sinalizando e, assim, pensar no que pode ser feito para alterar esse quadro.


Se você tem vontade de entender mais sobre o assunto e busca compreender as doenças físicas que podem ser geradas por problemas emocionais, preparamos este conteúdo no qual você verá os seguintes aspectos:


  • O que são doenças psicossomáticas?

  • Qual a origem das doenças psicossomáticas?

  • Quais são os sintomas das doenças psicossomáticas?

  • Quais são as principais doenças psicossomáticas?


O que são doenças psicossomáticas?


As doenças psicossomáticas são geradas por problemas emocionais do e apresentam uma conexão direta entre a saúde emocional e física. Ou seja, é quando o desequilíbrio emocional, de alguma forma, acaba causando ou agravando uma doença física.


O processo ocorre de maneira inconsciente e apontar um diagnóstico assertivo não é uma tarefa simples, uma vez que se trata de um diagnóstico de exclusão. Em outras palavras, todas as demais possíveis causas precisam ser avaliadas antes.


Também conhecido como transtorno de somatização, durante o processo o indivíduo passa a apresentar inúmeras queixas físicas, em locais variados do corpo e que não podem ser explicadas por nenhuma doença ou alterações orgânicas.


Além disso, é comum que os sintomas se intensifiquem se a pessoa estiver vivendo situações de estresse ou pressão emocional. Por isso, é importante ficar atento à saúde emocional e avaliar como esses momentos podem agravar a estabilidade física.


Qual a origem das doenças psicossomáticas?


Antes de mais nada, é importante esclarecer que não há uma única causa para o desenvolvimento de doenças psicossomáticas. O surgimento depende de uma predisposição pessoal e orgânica, em que o corpo e o psicológico interagem de forma simultânea.


Geralmente, as causas podem incluir diversos fatores e envolver várias situações, e tudo depende do contexto em que o indivíduo está inserido. Porém, existem predisposições mais comuns, como:


  • Sobrecarga de trabalho;

  • Eventos traumáticos prévios (seja na infância ou na vida adulta);

  • Vítimas de violência física, emocional e sexual;

  • Sofrimento psicológico de qualquer tipo relacionado a dificuldade de falar sobre assunto ou à tendência de se isolar totalmente.


Lembre-se que negligenciar as situações mencionadas acima - seja por dificuldade de buscar ajuda ou por considerar normal - pode agravar ou desenvolver outras doenças físicas.


Quais são os sintomas das doenças psicossomáticas?


As doenças físicas geradas por questões emocionais podem se manifestar por meio de diversas formas, tanto com aparecimento de sintomas físicos quanto psicológicos. Os sintomas psicológicos mais frequentes envolvem:


  • Ansiedade;

  • Irritabilidade;

  • Impaciência;

  • Tristeza;

  • Falta de interesse nas atividades diárias;

  • Exaustão.


Por outro lado, os sintomas físicos podem aparecer de forma frequente, e incluem:


  • Dor e queimação no estômago, relacionado ou não à náuseas e vômitos;

  • Diarréia;

  • Sensação de falta de ar e/ou dor torácica;

  • Dores musculares;

  • Aumento da pressão arterial;

  • Aceleração dos batimentos cardíacos;

  • Dores de cabeça;

  • Queda excessiva de cabelo;

  • Insônia;

  • Dor ou dificuldade para urinar;

  • Mudanças na libido;

  • Dificuldades para engravidar ou alteração no ciclo menstrual;

  • Coceira, ardência ou formigamento com aparecimento ou não de lesões de pele.


Quais são as doenças psicossomáticas?


Como é possível notar através dos sintomas mencionados acima, são múltiplas as formas e apresentações das doenças psicossomáticas. A seguir, vamos mencionar 5 que podem surgir ou se agravar durante o tempo. Confira!


1. Enxaqueca


Enxaqueca é uma doença crônica que envolve vários sintomas. Os sintomas, por sua vez, surgem em forma de crises. Cada crise, geralmente, dura entre 4 horas e 3 dias. Dentre os efeitos, a dor de cabeça costuma ser o sintoma mais predominante.


2. Gastrite


Gastrite é a doença causada pela inflamação, infecção ou erosão do revestimento do estômago. Ela pode durar por um curto período de tempo, na chamada gastrite aguda, ou pode durar meses e até mesmo anos (gastrite crônica).


3. Impotência sexual


Acontece quando o homem não consegue ter ou manter uma ereção firme o suficiente para a relação sexual.


4. Síndrome do intestino irritado


A síndrome do intestino irritado é um distúrbio de cunho digestivo que provoca dor abdominal e constipação ou diarreia recorrente. Os sintomas podem variar, mas, normalmente, incluem dor abdominal inferior, distensão abdominal, gases ou constipação.


5. Alergias alimentares, respiratórias e/ou de pele


Por fim, a alergia é uma resposta exagerada do sistema imunológico após a exposição a uma série de agentes, em indivíduos predispostos geneticamente.


E você, já teve alguma doença física gerada pelo desequilíbrio emocional? Se sim, deixe a sua experiência nos comentários!


20 visualizações0 comentário