Entenda a diferença entre o psicólogo e o terapeuta


Quando falamos sobre obter ajuda para nossos problemas e melhorar nossas vidas, existem profissionais de saúde mental licenciados que podem ajudar.


Quando falamos sobre a saúde da nossa mente, psicólogos e terapeutas são as primeiras profissões que vem à nossa mente, e são profissionais capacitados para nos ajudar a passar pelos processos da vida.


Eles são especialistas da saúde capazes de tratar questões emocionais, mentais e psíquicas, que incluem desde tratamentos preventivos a outros mais profundos, como transtornos de ansiedade, depressão, transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e outras síndromes.


Mas afinal, qual a diferença entre o psicólogo e o terapeuta? Pensando em responder essa pergunta, preparamos este conteúdo para você. Confira!


Quem é o psiquiatra?


Psiquiatras são profissionais com formação em Medicina e especialização em psiquiatria, que envolve aproximadamente 10 anos de estudo acadêmico e prático.


O psiquiatra trabalha na identificação, diagnóstico de doenças como depressão, ansiedade, esquizofrenia, compulsão alimentar e outros transtornos, e tratamento medicamentoso, por exemplo, antidepressivos e ansiolíticos, como apoio ao tratamento dessas patologias mentais.


O tratamento psiquiátrico pode ser feito junto ao acompanhamento psicológico e tem como objetivo o cruzamento entre os seus sintomas, o seu histórico médico, as suas relações familiares e uma série de outros fatores.


Ou seja, além de uma série de perguntas sobre você, é possível que haja a necessidade da realização de algumas avaliações de rotina, como exames de imagem, laboratoriais e testes neurológicos, por exemplo.


O item principal de diferenciação entre tratamentos com psicólogos e psiquiatras é a questão de medicamentos, e tem como principal objetivo melhorar a qualidade de vida do paciente e a redução de alguns sintomas.


A duração deste tipo de tratamento varia de acordo com a resposta e a gravidade da patologia do paciente.


E quem é o psicólogo?


É um profissional formado em psicologia, ciência que estuda o comportamento e processos mentais, como emoções, sentimentos, razão e pensamentos, com graduação de cinco anos e permissão para tratamento de problemas ligados à mente humana, a partir de diferentes técnicas.


As abordagens do tratamento são feitas a partir de conversas e técnicas psicoterápicas que irão identificar a motivação do comportamento disfuncional e do adoecimento mental do paciente.


Essa compreensão leva em conta as dimensões sociais, psíquicas e biológicas, e a partir daí apresenta-se ferramentas, novas ideias e formas de transformações para o paciente ter uma vida mais saudável e equilibrada.


O Psicólogo também pode ser terapeuta, entretanto a psicologia é um campo com diversas opções de atuação: Psicologia Clínica (uma das áreas mais tradicionais), Social, Escolar, Organizacional, Hospitalar, Jurídica, Esportiva, Trânsito e Pesquisa.


Como saber se eu preciso de um terapeuta e/ou psicólogo?


É bem mais óbvio saber qual especialista procurar quando você sente uma dor muscular, um problema de dente ou na vista, mas como será que você pode identificar que está na hora de buscar um psiquiatra ou um psicólogo?


Até agora, você entendeu que esses especialistas são profissionais que, em geral, cuidam das emoções, e que são capazes de trabalhar seus sentimentos, positivos e negativos, e incômodos, mas que não há uma regra que funcione para todas as pessoas para saber que essa ajuda é necessária.


Então, separamos aqui alguns pontos que você poderá observar em si próprio ou até mesmo em alguém querido que você está notando certa dificuldade emocional, para que enfim você compreenda qual momento tomar a decisão.


Vale lembrar que mesmo existindo situações e sentimentos mais específicos que nos faça recorrer mais imediatamente a um psiquiatra ou psicólogo, como uma tristeza profunda, desânimo e ansiedade.


Você também pode trabalhar questões que aparentemente nada têm a ver com problemas em si. Você pode simplesmente buscá-los por uma vontade de desenvolver melhor suas habilidades, como o autoconhecimento e a inteligência emocional.


Entre os sintomas mais comuns, destacam-se:

  • Tristeza excessiva;

  • Medos, fobias e pânicos;

  • Insônia;

  • Problemas de concentração;

  • Baixa autoestima;

Esses são alguns sintomas que podem aparecer juntos ou separadamente. A avaliação e diagnóstico só serão possíveis mediante ajuda médica, então, apesar de ser importante você desenvolver essa capacidade perceptiva de que algo não está equilibrado e que existem os sintomas, apenas o psiquiatra ou o psicólogo poderá ser assertivo na compreensão e tratamento dessas questões.


Encontrar o profissional licenciado certo para ajudá-lo a iniciar seu processo terapêutico não é tarefa fácil.


A boa notícia é que existem profissionais de saúde mental dedicados a fornecer uma boa terapia e soluções realistas para lidar com os problemas diários da vida.


A maioria dos prestadores de cuidados de saúde mental, incluindo terapeutas clínicos de assistência social, oferece uma consulta gratuita para discutir seus pensamentos e sentimentos.


E você, conhecia a diferença entre um psicólogo e um terapeuta? Comente aqui embaixo e compartilhe com os amigos.

2 visualizações0 comentário