Janeiro Branco: qual a importância dessa campanha?



O Movimento Janeiro Branco foi pensado para o primeiro mês do ano, com o objetivo de aproveitar esse momento de reflexão e planejamento relacionado a um novo recomeço.


Portanto, o objetivo principal desta campanha é discutir a correlação entre saúde mental e cuidado emocional. Nessa perspectiva, explicaremos o significado de Janeiro Branco e a relevância do movimento para estimular a consciência social sobre a saúde mental e a saúde emocional.


Então, veja por que esse cuidado deve ser tomado, especialmente no contexto da pandemia que estamos enfrentando atualmente. Aproveite a leitura!


O que significa o Janeiro Branco?


Assim como o Outubro Rosa e Novembro Azul, que estimulam a conscientização para a prevenção do câncer de mama e de próstata, respectivamente, o Janeiro Branco tem objetivos semelhantes. O objetivo desta atividade é incentivar as pessoas a compreender que, assim como o corpo, a mente precisa de cuidados especiais.


Janeiro Branco fez algumas sugestões para colocar o tema em evidência e produzir métodos mais diretos para estimular a consciência da importância da prevenção de danos emocionais.


A falta de atenção à saúde mental pode afetar o surgimento de outras doenças físicas e mentais. A escolha de janeiro é uma estratégia no início do ano para chamar a atenção para os motivos frustrantes de não cumprimento de metas no último ano.


Os sentimentos típicos de final de ano podem influenciar decisões precipitadas e causar preocupação e ansiedade excessiva por não saber lidar com determinadas situações. Por isso, Janeiro Branco lembrou a importância de iniciar este novo ciclo de forma mais saudável e tranquila.


Cuidar das emoções deve ser a meta principal para o próximo ano, porque todas as outras conquistas dependem da estabilidade psicológica. O controle emocional eficaz é a chave para alcançar uma vida plena e satisfatória.


Quais são os objetivos da iniciativa Janeiro Branco?


Para compreender a importância da campanha, listamos abaixo os objetivos da iniciativa Janeiro Branco. Confira!


1. Explorar a simbologia do mês de janeiro


Em primeiro lugar, um dos pontos-chave é estimular o diálogo e incentivar discussões mais abertas sobre a importância da saúde mental. Ou seja, uma das sugestões para esse tipo de movimento é explorar a simbologia de janeiro - relacionada à oportunidade de recomeçar - para estimular a reflexão sobre a necessidade de falar em saúde mental.


2. Romper paradigmas


Estabelecer um mês para ações mais específicas sobre o tema é fundamental para quebrar o paradigma. É necessário promover o debate sobre os tabus e preconceitos ainda existentes em relação ao tratamento psiquiátrico. Saber lidar com tais problemas estimula a busca de soluções e reduz as interferências causadas pela falta de tratamento adequado.


3. Desenvolver uma cultura voltada para a saúde mental


Dedicar-se à educação preventiva e promover a formação de uma ideologia que valorize a saúde mental é um dos principais objetivos do movimento. Isso também ajuda na promoção do autocuidado entre as pessoas que precisam de intervenção profissional, principalmente em relação às redes sociais e saúde mental no contexto da quarentena.


Por que atentar-se aos cuidados da saúde mental?


Em 2020, o tema oficial do Janeiro Branco foi "Precisamos falar sobre saúde mental". Devido ao impacto da nova pandemia de coronavírus, este método é muito relevante para a situação atual.


Tais desafios exigem maior atenção à saúde mental nos contextos profissional, pessoal e escolar, principalmente nas questões relacionadas à saúde mental dos alunos. No mundo corporativo, os problemas emocionais afetam diretamente a eficiência do trabalho dos funcionários e muitas vezes são a causa das férias.


Além disso, nos casos mais extremos, as doenças mentais também aparecem nas listas que levam aos pedidos de auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez. A maioria dos transtornos mentais está relacionada ao fardo da depressão, estresse e ansiedade.


É importante citar que, em escala global, como disse a Organização Mundial da Saúde (OMS), existem cerca de 300 milhões de pessoas sofrendo de depressão no mundo. O problema é o impacto da doença, pois existe uma relação direta entre a depressão e o desenvolvimento de muitas doenças crônicas.


De acordo com a cartilha da OMS sobre depressão e outros transtornos mentais comuns, existe uma ligação inerente entre essa doença e o desenvolvimento de problemas mentais mais graves.


Uma das preocupações é o impacto da crise da depressão sobre os pensamentos suicidas ou comportamento suicida: de acordo com dados da OMS, o suicídio é a segunda causa de morte de jovens de 15 a 29 anos no mundo.


Por aqui, o panorama da saúde mental é preocupante, uma vez que o suicídio de jovens brasileiros é a quarta maior causa de morte. Além da depressão, o alcoolismo, o isolamento social, as perdas recentes, os traumas da infância e a dependência química também podem afetar a saúde mental, comprovando a relevância de Janeiro Branco.


Como contribuir para a saúde mental de amigos e familiares?


Por último, é válido ressaltar que promover a saúde mental e emocional é tão importante quanto garantir a saúde física. O equilíbrio das funções do organismo humano está associado à perspectiva biológica e psicológica. Por isso, a adoção de hábitos saudáveis afeta tanto o bem-estar do corpo quanto o da mente.


Diante desse contexto, confira algumas ações que podem ajudar a melhorar a qualidade de vida e promover não só a sua saúde mental, como de amigos e familiares:

  • afaste-se de situações que gerem emoções negativas;

  • separe um tempo para curtir a vida e aproveitar o que ela oferece de melhor;

  • valorize a convivência social e viva intensamente os bons momentos em família;

  • pratique atividade física, tenha uma dieta saudável e cuide da qualidade do sono;

  • mesmo durante o período de quarentena, não se esqueça de dar atenção aos amigos e aos familiares.

É importante lembrar que o auxílio psicológico é fundamental para o tratamento de doenças de ordem mental, além de ser um meio para desenvolver autoconhecimento, autoestima e inteligência emocional.


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo