Linguagem do corpo: as doenças e suas relações com a mente

Atualizado: 8 de nov. de 2021



O corpo humano é objeto de estudo há anos. As pesquisas relacionadas para o desenvolvimento físico podem ser explicadas devido às inúmeras transformações que a nossa estrutura física manifesta, tornando-se confusos até mesmo para a medicina moderna.


Os pesquisadores, em seus variados estudos, conseguem encontrar a cura para doenças, explicar as causas de tais problemas e descobrir métodos de tratamento cada vez mais eficientes. Atualmente, é possível até implementar determinados órgãos de animais em seres humanos, fato este que salva vidas. No entanto, sempre existirá uma lacuna aberta.


Por conta do avanço da tecnologia, a mente humana descobre, a cada dia, o poder desses dispositivos e sua contribuição para a busca da verdade emocional e física. Sem dúvidas, em um futuro não muito distante, chegaremos a um ponto em que sistemas tecnológicos vão nos ajudar a compreender as emoções que geram conflitos entre os homens.


Embora tal realidade esteja próxima, há muitos mistérios que não poderemos desvendar, mesmo com tecnologias avançadas e capazes de captar o ‘’Eu’’ mais profundo do ser humano. Neste artigo, falaremos sobre a linguagem do corpo e as respostas que tentamos encontrar ao longo de milênios. Boa leitura!


A relação entre energia e organismo


As doenças sempre foram questões polêmicas na sociedade, principalmente por conta de sua capacidade de destruir sonhos e fazer com que o mundo pareça nublado. O surgimento delas faz com que muitas pessoas pensem: onde está a felicidade, então?


É claro que existe uma grande diversidade de doenças que continuam sem explicação. No entanto, pesquisadores sérios e renomados tentam frequentemente provar a existência de outras forças e energias atuando sobre o nosso organismo.


Segundo cientistas, em nossos vasos sanguíneos fluem propriedades semelhantes a eletricidade que os médicos caracterizam por ‘’Sistema Nervoso Elétrico’’. Hoje em dia, a ciência vem admitindo que o corpo físico dos seres humanos é, sim, regido por uma espécie de eletricidade parecida com aquela encontrada em residências.


Por outro lado, muitos médicos ainda se esbarram na dúvida da existência de uma dimensão mental. Isso porque acreditam apenas em três dimensões visíveis: comprimento, largura e altura. Por isso, deixam de fortalecer uma ideia que está fora de sua realidade ocular.


A mente humana


Sabe-se que a mente humana foi desenvolvida pela natureza, com equilíbrio e perfeição, de modo que pudéssemos usufruir dos benefícios oferecidos pelo Universo e, principalmente, pelas leis físicas. Contudo, a existência física tenta provar apenas o que é visível aos olhos, e não aquilo que podemos sentir.


Entretanto, é importante citar que a Programação Neurolinguística (PNL) comprova, por meio de estudos científicos, que os seres humanos são vítimas de suas próprias criações mentais e que o cérebro pode ser programado para acreditar apenas no subconsciente.


Ainda durante a infância, somos influenciados pelo ambiente em que crescemos, fazendo com que a nossa vida seja reflexo das atitudes e comportamentos de outras pessoas. Aliás, é aí que podem surgir as crenças limitantes.


Angelina Jolie, atriz e cineasta americana, retirou as trompas, ovários e seios na tentativa de prevenir um câncer. O medo da doença explica-se por conta do histórico de câncer na família. Mas quem garante que ela realmente poderia desenvolver a doença?


É importante ultrapassarmos nossas próprias crenças e observar dimensões escondidas no mais profundo âmago de nossas próprias emoções. Além disso, precisamos entender que a saúde, as finanças, os relacionamentos amorosos e a vida familiar dependem do equilíbrio entre a nossa mente e nossas emoções.


O medo de conhecer o verdadeiro Eu


Cristina Cairo, em seu livro ‘’Linguagem Corporal’’, relata que após anos de estudos, pesquisas e experiências, percebeu que há uma certa resistência natural em cada indivíduo, gerada pela crença enraizada, que não permite que as pessoas conheçam o seu verdadeiro Eu.


Além disso, a autora conta, também, que o medo faz com que os indivíduos não busquem o seu lado interno desconhecido e não trabalhado, muitas vezes por achar que essa é uma questão cármica, genética ou culpa de outras pessoas.


Independente de suas crenças e experiências passadas, tenha em mente que tudo pode ser alterado, desde que se escolha novos caminhos, sem medo. Lembre-se que o poder de cura não depende do desenvolvimento intelectual de cada um, mas sim da percepção do seu Eu mais profundo.


Se as pessoas continuarem lutando para encontrar a cura de suas doenças no corpo físico, continuarão suscetíveis a uma série de perguntas sem respostas, afinal, a doença não existe fisicamente, embora haja um diagnóstico pré-existente.


As limitações impostas pelas próprias crenças


O inconsciente é o principal elemento deste artigo. Afinal, a nossa vida se resume à simplicidade de palavras e pensamentos. Se você deseja alcançar um determinado objetivo, por exemplo, deve criar frases curtas direcionadas para o seu interior, ou seja, para o seu inconsciente.


Nós temos plena convicção de que a vontade, dentro das possibilidades de cada indivíduo, é capaz de combater o desânimo, a tristeza, a ira e outros sentimentos negativos, que, por sua vez, são os principais responsáveis pelo desencadeamento de doenças.


Como mencionamos desde o início deste artigo, tudo depende do nosso Eu interior, isto é, o que geramos e colhemos durante a nossa trajetória de vida é o que achamos conveniente em nosso inconsciente. Tudo, absolutamente tudo, pode ser programado.


O universo é um punhado de coisas que desejamos para nós. Atraímos para nossa vida exatamente aquilo que o nosso subconsciente acredita. Se você pensa fielmente que um dia será traído por um amigo ou companheiro, por exemplo, com certeza será atingido por essa situação.


Contudo, se acreditar que, assim como você, todos os indivíduos estão em busca da felicidade, procuram ser compreendidos e também sentem medo de serem trapaceados, certamente será atraído pela lei da causa e efeito, será ajudado e benquisto.


Neste momento, queremos que você se liberte das limitações impostas por suas próprias crenças. Diga frases positivas e mude o seu jeito negativo de falar, pensar e agir. Dessa forma, verá uma mudança significativa até naqueles que convivem com você.


Cuidado com o que você espelha


Alguma vez você já percebeu que, coincidentemente, no mesmo dia em que estava com raiva, as outras pessoas pareciam irritadas também? Se sim, talvez você até tenha se perguntando se elas estariam tristes ou bravas com você, certo?


Na verdade, é possível que essas pessoas estariam, apenas, refletindo a sua própria raiva. Talvez você tenha trancado as portas da comunicação impedindo-as de se aproximarem para conversar.


Reflita sobre isso e, principalmente, pense em como anda o seu emocional. Muitas vezes, espelhamos certas ações e sentimentos que não nos pertencem, o que torna a vida ainda mais difícil de ser vivida.


Primeiro, o que é comunicação universal?


Para falarmos sobre as doenças e suas relações com a mente, precisamos entender o conceito da comunicação universal. Resumidamente, a comunicação universal nada mais é do que falar, expressar, ouvir, observar e associar ideias.


Trata-se de um conceito famoso, mas qual será a relação dele com a mente? Bom, a comunicação universal sempre foi apreciada, afinal, utilizamos-a em nosso dia a dia. Por isso, a comunicação do universo Mente-Corpo foi eliminada da consciência humana por não se tratar de algo explicativo e fácil de ser analisado.


Sendo assim, é fundamental que você auxilie a sua mente a recobrar os sentidos observando, principalmente, suas atitudes e comportamentos diários. Observe o seu corpo e note que em algumas fases de vida sua saúde muda de maneira inexplicável.


Análise que, quando consegue solucionar os seus problemas, você se encontra aparentemente avaliado dos momentos de mal-estar, das dores de cabeça, dos rins e fígados mais tranquilos que, por sua vez, constituem uma série de mensagens inconscientes sobre o corpo quando estão sobrecarregados.


A comunicação Mente-Corpo é importante para que possamos entender que a sua mente internaliza problemas em seu corpo quando você não consegue resolver problemas de ordem pessoal ou profissional, deixando guardando sentimentos de mágoa, tristeza e raiva.


A mente como ponto de partida da saúde


Antes de mais nada, é importante citar que jamais conseguiremos enganar o nosso inconsciente, visto que é ele que sabe exatamente o que você pensa e, por isso, manda-lhe sinais físicos o tempo todo. Não se engane e, principalmente, não tente ignorar o seu Eu.


Por isso, é fundamental pensarmos em que a nossa mente é o ponto de partida da saúde física. O nosso corpo é um monumento e nele se projetam as emoções. Com isso, todas as emoções negativas podem vir, sim, em forma de doença.


A somatização pode resultar em problemas a curto ou a longo prazo, e os sentimentos de infelicidade, desgosto, raiva, mágoa, ressentimentos, entre outros, dão origem a doenças sérias quando arrastados por longos períodos.


Portanto, resolva os problemas presentes em seu coração e as questões problemáticas da sua vida o mais breve possível, evitando que inconsciente se comunique através de linguagem corporal, alertando-o sobre o seu comportamento perigoso. O inconsciente relaciona involuntariamente a função do órgão a uma emoção equivalente.


Atualmente, muitos estudiosos da área falam sobre o assunto como um meio de propagar o bem à humanidade. Louise L. Hay, autora do livro ‘’Cure seu Corpo’’, curou-se de um câncer maligno após compreender o processo de cura mental, mantendo-se positiva diante da situação.


Além disso, o Dr. Joseph Murphy, autor do livro O Poder do Subconsciente, também curou-se de câncer maligno acreditando que seu estado de saúde era apenas projeção de sua mente negativa, livrando-se de sua conduta mental através de exercícios de auto-sugestão.


Outro caso muito famoso é o da atriz Claúdia Jimenez (que trabalhou muito tempo no programa ''Escolinha do Professor Raimundo - Rede Globo de Televisão). A atriz se curou de um câncer maligno através de exercícios de auto-estima e auto-reconhecimento.


As doenças e suas linguagens corporais


Embora muita gente não acredite, cada parte do nosso corpo tem uma linguagem a ser entendida. A cabeça, o tronco, os membros e cada órgão recebe um impulso nervoso do cérebro que é comandado pelas emoções.


Se você analisar os movimentos do corpo, perceberá que apresentamos diversos sentimentos para diferentes movimentos corporais: o desejo de mover os dedos faz com que movamos os dedos; o desejo de expressar uma opinião faz com que abramos a boca e, consequentemente, tudo é feito através do desejo consciente de manifestar algo.


Entretanto, há também os desejos inconscientes, que estimulam o cérebro a impulsionar energia para mover ou imobilizar partes do corpo. Um bom exemplo disso são as paralisias musculares psicossomáticas desenvolvidas pelo desespero de causa e pelo sentimento de que não existe saída para um problema.


Neste último caso, a tensão nervosa de que ‘’é o fim’’ pode paralisar membros e até mesmo a fala. Assim, vale ressaltar que há diversas reações nervosas capazes de desencadear doenças, sendo que grande parte delas a medicina não reconhece como inconscientes.


Portanto, a seguir, você verá como o pensamento crônico pode transformar o seu corpo através das reações químicas gerenciadas pelo seu cérebro. Continue lendo e confira!


A cabeça e seus órgãos


A cabeça está diretamente relacionada com a razão. Uma vez que a pessoa não permite que as emoções a guiem e tem pressa de resolver algum problema pela própria razão, aumentam-se as questões emblemáticas ou acidentes em sua cabeça. Seu inconsciente mostra que, apesar de sua inteligência, tudo tem limites.


Os tumores cerebrais não indicam apenas os pensamentos negativos, itens estes enraizados pela teimosia em não querer alterar cenários, mas também conflitos e traumas profundos entre as bases familiares.


É através do perdão, da renovação e do oferecimento de uma oportunidade para que sua mente esteja aberta para aceitar ideias de outras pessoas que qualquer tumor desaparecerá e que você estará seguro contra acidentes e ferimentos na cabeça.


Além disso, seja flexível consigo mesmo e esteja em conformidade com todas as coisas que acredita, seja do céu ou da terra. A revolta, a desconfiança e a falta de dedicação aos superiores podem desencadear doenças na cabeça.


Lembre-se que ter fé em algo e não saber perdoar não fará com que sua vida seja mais equilibrada. O perdão é a melhor forma de mostrar para si que a negatividade está sob seu controle e que você conhece o seu potencial para trilhar novas estradas.


Com esta separação e com confiança em si mesmo, você pode "deixar ir" acontecimentos desagradáveis, porque na verdade tudo o que vivemos faz parte do nosso crescimento e nos leva a entender como outras pessoas se sentem. Ninguém nos atacou, nos traiu, abandonou ou roubou-nos sem nosso conhecimento ou conhecimento inconsciente, provocou tal comportamento. Apesar de lidar com incidentes de estranhos, nosso poder de atração é responsável por isso.


O autoconhecimento fará com que você aceite de forma flexível as alegrias e tristezas. Por isso, perdoe-se e verá como é fácil perdoar terceiros. Quando alimentamos raiva, ódio, mágoa e ressentimento acabamos desenvolvendo uma doença para justificar a perda de foco que tivemos, devido a nutrição de sentimentos ruins.


O verdadeiro perdão é uma questão de QI! Quando a doença não desaparece, entendemos que essa pessoa não perdoou. Quando você sentir que perdoou, duvide de si mesmo, volte conscientemente à situação que causou o dano. Se você ignorar a situação e olhar para a pessoa com olhos gentis, sinta o coração livre.


Enxaqueca e dor de cabeça


Pessoas que geralmente sofrem com enxaqueca e dores de cabeça se consideram fortes e acham que são inabaláveis. Costumam, também, resistir a tudo e a todos e não deixam ninguém invadir o seu espaço. São indivíduos que não relaxam perante prazeres da vida, pois acreditam que vão se tornar vulneráveis.


Se você passa por este tipo de situação, solte-a e deixe o seu coração falar. Não acredite que usar a emoção fará de você mais vulnerável, e lembre-se que precisamos equilibrar os dois hemisférios cerebrais (razão e emoção) a fim de eliminar quaisquer conflitos internos.


Quando surgir uma dor de cabeça, por mais leve que seja, pare e reflita sobre suas ações cotidianas: será que algo ou alguém contrariou você? Você se sentiu desvalorizado por seu chefe? Por algum membro da família?


Independente do motivo, tente ser mais flexível e aceite de forma aberta a situação. Tente mudar o seu caminho através de ideias criativas e tenha em mente que as dores de cabeça podem representar um orgulho muito forte. Portanto, tente diminuir a dor sem o auxílio de remédios, mas com exercícios de paciência e flexibilidade.


Derrame cerebral


O derrame cerebral é um sinal que surge em pessoas difíceis e que têm dificuldades em mudar o seu comportamento. Geralmente, esse indivíduo resiste, fortemente, em suas opiniões, crenças e condutas.


O AVC mostra que a pessoa vive em extrema tensão e teimosia em suas observações e críticas, além de brigar constantemente com outras pessoas, sobrecarregando seu cérebro com ideias e fortes emoções.


Não queira, em hipótese alguma, ser o mestre da verdade. Libere este "método" de tentar chamar a atenção das pessoas para você. Deixe que elas conheçam você e mostre que é muito sensível e pode ficar tão assustado quanto elas.


Além disso, converse devagar e ouça o que os outros têm a dizer. Faça da sua inteligência um meio de transporte amigável e flexível. Tente policiar-se até livrar-se de sua personalidade estereotipada e de seu sentimento de vítima.


Tenha em mente que não é só que o mundo precisa mudar: você também precisa. Não faz mal aceitar com humildade pensamentos e opiniões de familiares e amigos. Nós somos amados por conta de nós mesmos, não graças aos atritos que criamos.


Epilepsia


É o extremo da paranóia. A epilepsia faz com que a pessoa se sinta perseguida e totalmente assustada com a vida, não conseguindo sentir prazer com coisas que antes lhe eram prazerosas. Além disso, a pessoa com epilepsia se recusa a viver.


De modo geral, os ataques de epilepsia começam a acontecer quando o indivíduo perde o controle de seus sentimentos e sua mente começa a gerar ideias negativas. Ela quer fugir para acabar com todas as situações que geram susto.


Em sua maioria, os casos de pessoas com epilepsia estão envolvidos na esfera espiritual e, por isso, devem ser tratados pela gratidão às almas dos ancestrais para que sejam protegidas contra entidades sem luz.


De todo modo, as pessoas com epilepsia devem estar familiarizadas com princípios espirituais e buscar a cura através do equilíbrio energético e espiritual.


Se você tem esta doença, é necessário que conheça mais sobre você e, posteriormente, descobrir a causa de suas crises. É válido lembrar que elas estão diretamente relacionadas com o hemisfério direito do cérebro e com seus corpos espirituais.


Olhos


Se a sua visão enfraqueceu, se não consegue enxergar tão bem quanto antes ou se trouxe essa deficiência desde o seu nascimento, procure refletir a respeito de seus pensamentos e atitudes passadas.


Se este for o seu caso, é interessante que você faça uma pesquisa em seu ‘’HD’’ interno e procure o arquivo que apresente sentimentos de reclusa e inflexibilidade por acreditar que as mudanças podem, sim, acontecer.


Talvez, algum fato ou a própria vida te feriu, fazendo com que você feche os olhos para determinadas coisas ou pessoas que o fizeram sofrer. É provável que você ache que já esqueceu o problema e até liberou o perdão. Contudo, seu inconsciente sabe que isso não é verdade. Inclusive, há muitas maneiras de ''negarmos'' a visão:

  • quando o indivíduo encontra-se em um estado severo de depressão;

  • quando um fato desagradável nos cega de raiva e ressentimento;

  • quando enfrentamos certas situações que nos desagradam, ou quando teimamos em não ver o lado positivo das coisas;

  • quando não queremos encontrar certas pessoas em momentos que nos atormentam.

Cristina Cairo, em sua obra ‘’A Linguagem do Corpo’’, mencionada anteriormente, relata que ‘’Conversando com uma mulher que havia perdido a visão repentinamente, ouvi dela que ficara cega do olho esquerdo por causa do rompimento do nervo óptico — segundo diagnóstico dos médicos. Perguntei-lhe há quanto tempo o fato havia acontecido. ‘Há cinco anos’, respondeu-me. Passei, então, a fazer-lhe novas perguntas para que eu, através de suas próprias respostas, pudesse auxiliá-la em sua reabilitação.’’


''Perguntei-lhe se guardava mágoa de alguém ou não queria ver algum homem que lhe fizera tanto mal. Ceticamente respondeu-me que não tinha problemas com homem algum. Resolvi ir mais fundo e direto na questão: perguntei-lhe qual o fato marcante que lhe ocorrera há cinco anos... envolvendo algum homem. A essa pergunta sua reação foi imediata: deixou vir à tona suas emoções escondidas. Era o que eu buscava. Ressentida, revelou-me que naquela época seu pai havia falecido e que isso fez com que ela sofresse muito. As cenas descritas e a sequência de detalhes sobre a morte de seu pai mostraram-me que carregava em seu coração o trauma de sua perda. Disse-lhe, então, que enquanto ela não perdoasse o pai por tê-la deixado e não passasse a aceitar os acontecimentos da vida com compreensão e gratidão, sua vista não voltaria ao normal.’’ complementa a autora.


Nesse sentido, é importante ressaltar que a nossa mente tem muita facilidade para recuperar um nervo óptico. A grande questão é enviar uma mensagem clara e objetiva para que ela trabalhe a partir desse objetivo. Então, concentre-se e envie à sua mente desejos e emoções positivas com absoluta convicção.


Hipermetropia


Em relação aos olhos, a hipermetropia caracteriza-se por um problema voltado para o globo ocular, isto é, quando o globo está achatado no sentido ântero-posterior, fazendo com que a captação de imagens seja prejudicada.


Pessoas com hipermetropia não conseguem focalizar sua visão em itens muito próximos, o que exigiria um grau de curvatura impossível para quem conta com o eixo curto.


Os hipermétropes têm medo do presente. Não conseguem observar os detalhes do agora. Eles vivem dos sentimentos do passado, preocupando-se constantemente com o futuro. O indivíduo não consegue aproveitar o presente e não se dá o direito de tomar decisões rápidas, tornando-se hipermétrope por conta de seu modo de pensar.


Se você sofre com este problema, tente ver tudo claramente e absorva cada detalhe do seu presente. Assim como é insensato comer sem mastigar, é impossível passar a vida inteira sem ver. Estimule a sua visão para aquilo que representa, o que está perto; ou seja, o presente.


Ouvidos


Se você convive com alguém que grita o tempo todo, fala o que quer e o que não quer, o aborrece constantemente, reclama de tudo que você faz e ainda lhe tira o direito de aproveitar o seu próprio espaço, muito provavelmente sua mente será alimentada por pensamentos como: ‘’Não aguento mais ouvir essa pessoa’’.


Contudo, as frases que dizemos para o nosso inconsciente gera um efeito que não conseguimos controlar. Falar que você não quer mais ouvir tal pessoa, por exemplo, fará com que seu inconsciente entre em ação para atender seu pedido, mandando-lhe a surdez como resposta.


Ainda que você afaste a pessoa da sua vida e não mantenha contato com ela, sua mente inconsciente não poderá voltar atrás. Afinal, só será possível restaurar sua audição com uma frase de efeito tão intensa emocionalmente quanto a primeira.


Portanto, seja sincero consigo mesmo e acesse a sua caixinha de arquivos de modo a identificar o que realmente te irritou. De nada adiantará outra frase de comando se a sua mente registra a ‘’mágoa de ouvir’’. Perdoe e, principalmente, se perdoe.


Labirintite


A labirintite está completamente relacionada a pensamentos atrapalhados, nervosismo reprimido, consequências de um golpe emocional, a busca de liberdade para pensar e agir, sensação de falta de amor, sentimento de solidão e dificuldade para se expressar.


Resumidamente, a pessoa com labirintite está constantemente tonto em meio a tantos problemas emocionais, além de tentar as mesmas saídas para solucionar questões que até agora não foram resolvidas.


Assim sendo, pare de reprimir os seus medos. Caso contrário, você entrará em pânico perante as mais diversas situações. Seja sincero consigo mesmo e liberte-se das amarras que o sufocam. Pare de se diminuir e acredite em você!


Além disso, é fundamental que você deixe de lado aqueles velhos ‘’lixos’’ armazenados em seu coração e vá em busca de seus verdadeiros sonhos. Sua saúde está implorando para que você grite o mais rápido possível por felicidade. Acalme-se e lembre-se que você pode ser feliz. Reaja! Acorde!


Nariz


Embora muitas pessoas desconheçam, o nariz é o símbolo do Eu. Indivíduos que lidam com doenças de nariz têm a síndrome do egocentrismo e são presunçosos.


Podemos assimilá-las às crianças de até 6 anos de idade. Durante esse período, os pequenos não vivem em grupos e, se estão presentes em alguma roda de criança, certamente estão brincando sozinhas, com seus próprios brinquedos, falando ‘’sozinhas’’ e ficando bravas quando alguém lhes pede para participar de uma atividade em grupo.


As doenças que ocorrem no nariz surgem quando o indivíduo corre atrás de méritos e ignora opiniões de terceiros só para não perder o reconhecimento, apresentando um receio enorme de não ter suas ações elogiadas.


O fato é que o inconsciente obstrui suas narinas, mostrando-lhe que não está ‘’respirando’’ a vida de maneira livre e leve. A obstrução geralmente vem acompanhada de problemas como rinite, sinusite ou sangramento.


Sinusite e rinite


Tanto a sinusite quanto a rinite são doenças que demonstram que seu ego está fortemente irritado com alguém que convive com você. Talvez essa pessoa tente invadir o seu espaço individual e, por isso, lhe irrite.


A sinusite é caracterizada pela ‘’inflamação’’ mental voltada para alguém próximo e que você ame; é a ação mental rebelde alimentada contra os pais. Isso porque o nariz sempre representou a nossa aceitação ou recusa de algo ou alguém.


Neste caso, o sentimento de gratidão dessas pessoas para com você é quase imperceptível. Então, para se livrar da obstrução nasal, é preciso que você reconheça que boas experiências ficaram no passado e foi lá que você tirou todo o seu aprendizado.


Lembre-se que seus pais, funcionários, chefes e amigos, mesmo que indiretamente, o ajudaram a crescer. Coloque em prática o que você aprendeu, em benefício de outras pessoas e de si próprio. Não tenha medo de admitir seus erros e sua ignorância em determinados assuntos. Ninguém é bom em tudo.


Boca


É justamente pela boca que saem nossas opiniões, pensamentos e outras expressões em forma de palavras.


Então, se você é do tipo de pessoa que vive pronunciando palavras rudes, que machucam o coração de outras pessoas, não aceita as opiniões das pessoas e é inflexível quanto suas próprias emoções, provavelmente terá que lidar com as seguintes doenças:

  • Aftas;

  • Feridas dentro e fora da boca;

  • Herpes;

  • Entre outras doenças que podem lhe ferir assim como suas palavras ferem aos outros.

Portanto, mude seu comportamento e avalie a forma que você tem tratado as pessoas. Seja empático ao falar e procure acalmar-se diante de conflitos. Não faça fofocas em rodinhas e não comente sobre os defeitos dos outros. Tenha em mente que as palavras voltam contra nós mesmos.

Garganta


A garganta é a parte do corpo que simboliza a fala. É através desse canal que sai exatamente o que você pensa. Sua expressão, criatividade e ideias são reconhecidas através desse meio.

Portanto, se há algum problema ou situação que esteja lhe impedindo de falar, saiba que sua garganta responderá com uma inflamação. As dores de garganta geralmente representam sentimentos contrariados, coisas que por algum motivo não foram ditas.


Tudo aquilo que bloqueia a sua fala e faz com que você ‘’engula sapos’’ trará inflamação das amídalas, problemas nas cordas vocais e até silêncio total na voz, traduzindo o pensamento ‘’Já que não posso falar o que penso, também não falo mais’’.


Dessa forma, livre-se do medo de falar. Expresse suas opiniões com clareza e empatia, manifeste seus desejos, seus desgostos e tenha liberdade para se comunicar. Ninguém é obrigado a lidar com situações desagradáveis. Portanto, fale sobre aquilo que te incomoda e busque o novo em sua vida.


Coluna vertebral


A coluna vertebral é a representação do suporte do nosso corpo. É o pilar da estrutura óssea e muscular. Trata-se de um elemento responsável pelos movimentos dos braços, pernas e órgãos. De acordo com a psicologia, a coluna simboliza nossas raízes genealógicas e tudo que suportamos durante a trajetória de vida.


O desvio de coluna, por exemplo, significa que a pessoa não consegue tomar decisões importantes pois teme magoar alguém. O indivíduo com este problema lida com inúmeras responsabilidades, sendo que 90% dessas obrigações não são suas.


Assim, o indivíduo tende a assumir atividades de outras pessoas e, por esse motivo, suas costas ficam sobrecarregadas. Por mais que tenha fé na vida, tem problemas para confiar nas questões futuras.


Conheça o seu corpo e os sinais que ele manifesta. Aprenda a respeitar seus limites e respeite, acima de tudo, o seu Eu interior. Tenha em mente que sua coluna foi projetada para suportar o seu corpo, e não o restante do mundo.


Articulações


As articulações representam a gratidão no relacionamento entre seres humanos e a facilidade para compreender as mudanças que a vida nos apresenta. Quanto mais natural e confortável for seu jeito de aceitar essas transformações, mais saudáveis serão suas articulações.


Se você é incapaz de se sentir grato pelas mudanças repentinas da vida, pelas coisas simples, pelos favores e gentilezas que recebe constantemente e não percebe a grandiosidade de cada gesto, por menor que seja, está suscetível a desenvolver problemas nas articulações.


Nesse sentido, o indivíduo que não reconhece as coisas simples poderá ter problemas principalmente na articulação do quadril (cabeça do fêmur), que demonstra a avareza e a mente inflexível e apagada.


Sendo assim, seja flexível e compreensivo com suas atitudes e ações alheias, fazendo com que suas articulações sejam mais livres.


Ossos


Os ossos são partes que simbolizam a construção da nossa personalidade. Uma vez que a pessoa resiste, rebeldemente, a imposição dos pais, chefes, maridos e esposas, acaba com a harmonia do relacionamento e, inconscientemente, pode desenvolver fraturas ósseas que representam ‘’quebra de relações’’.


Ossos fortes dizem que sua personalidade não se deixa abalar por muito tempo com manifestações e comandos externos. Você é uma pessoa capaz de respeitar as ordens ou, pelo menos, confia em si mesmo, sabendo que não é através da rebeldia que suas opiniões serão respeitadas.


É importante que você demonstre suas opiniões não como imposição, mas como liberdade de expressão. Tente ser mais flexível e saiba ceder em momentos que não cabe argumentar a sua inteligência ou habilidades.


Se você vive ou trabalha em um espaço que recebe ordens constantemente, tente analisar seu comportamento para verificar se não está apresentando ações irresponsáveis. Cuide de suas coisas com carinho e afeto. Respeite o espaço dos outros e responda com cautela às perguntas que lhe são feitas.


Não faça com que as pessoas pensem o que quiserem de você. Seja cauteloso, sincero e lembre-se que a resistência e a rebeldia só mostram que você não tem confiança em sua própria personalidade.


Pele


A nossa pele, no geral, representa a proteção de nossa individualidade. Dito isto, vale mencionar que as manchas na pele mostram que estamos nos sentindo ameaçados. Uma vez que o indivíduo não consegue expressar seus pensamentos e os demais não o entendem, elas surgem e indicam ‘’manchas’’ na comunicação.


Sobre os problemas de pele, as alergias indicam, também, que o indivíduo está passando por um momento de irritação com pessoas próximas que dificultam o seu desenvolvimento pessoal e profissional.


Quando esse indivíduo se vê obrigado a fazer algo que não gosta, surgirá uma coceira incessante que manifesta o desejo inconsciente de ‘’arrancar’’ aquilo que o incomoda ou está lhe fazendo mal.


Diante dessa situação, é fundamental que você pare de se sentir ameaçado ou amedrontado. Se está enfrentando um momento assim é porque, de alguma forma, fez com que o problema surgisse. Portanto, saia dessa sem ressentimentos e tente se expressar melhor.


Mal-estar


Grande parte dos sofrimentos mentais gera uma consequência grave para o corpo. Aliás, não há nada que ocorra em nosso corpo que não seja explicado pela psicologia oriental, uma vez que o que sentimos é enviado para o consciente e o inconsciente.


Dores, gripes e resfriados apresentam seus significados e são manifestações de uma certa resistência da pessoa diante de um fato ou situação. Então, lembre-se sempre que sua saúde está em suas mãos.


Coração


É um órgão que representa uma sensação de perda. Quando uma pessoa permite que problemas a afetem emocionalmente, suas preocupações com o futuro aumentam e seu coração é fisicamente afetado. A insuficiência da válvula mitral, por exemplo, significa pensar que está sendo lesado por algo ou alguém, nutrindo sentimentos de vingança por aqueles que estão perto de você.


Além disso, o receio de ver sua riqueza material diminuir ou ser roubada; problemas emocionais prolongados; a falta de alegria de vida e a sensação de angústia também podem causar vários problemas cardíacos.


Normalmente, pessoas com doenças cardíacas são autoritárias, não admitem isso erros e têm dificuldades para desenvolver comportamentos flexíveis, o que faz com que sofram com o miocárdio, que enrijece.


Observe o cenário de fora, e mesmo que não consiga acreditar que é, sim, uma pessoa inflexível, faça uma reflexão sincera e responda a si mesmo: quantas vezes você teima por uma causa? Quantas vezes você já deixou de dormir bem por acreditar que alguém está lhe deixando para trás?


Se você acredita que possui esse comportamento, pare imediatamente de temer ‘’perdas’’. Deixe de pressionar os outros e a si próprio e pare de exigir tanto da vida. Deixe que as coisas aconteçam sem pressioná-las. Equilibre suas emoções e experimente o prazer de viver sem as tensões.


Intestinos


Representam a eliminação final de substâncias desnecessárias no corpo. Se uma pessoa "segura" em sua mente algo ou alguém do passado, recusando-se deixar coisas e pessoas entrarem em sua vida e se não gosta de pensamentos de mudança, o inconsciente irá mostrar-lhe através dos intestinos presos que coisas velhas devem ser eliminadas.


Livre-se de velhas "coisas" em sua mente! Tente fazer o mesmo em sua casa, seu guarda-roupa e seu escritório: livre-se de tudo que não é mais útil.


Deixe de lado sua teimosia e faça com que seu mundo seja invadido por coisas novas. A vida deve estar sempre em constante mudança, uma vez que a mente que acredita que já sabe tudo ou que não precisa mudar de ideia em nada, sofre as consequências de "pensar pequeno".


Pulmões


Simboliza ansiedade (ânsia) sobre a vida e um espírito de críticas, agressões e rejeições. Pessoas com problemas pulmonares demonstram que seu principal motivo de vida está bloqueado e que sua luta está sendo em vão. O indivíduo vê seu mundo desmoronar, e como está cansado da mágoa, sua respiração passa a ser ofegante.


Destrua sua dor interior porque isso vai sufocar você. Lembre-se que o mundo realmente tem uma solução. Deixe de lado tudo o que torna a sua vida dolorosa e mude seu caminho se necessário.


Dessa forma, comece a vida novamente e respire outro ar. Acredite que seu velho amigo tempo pode resolver tudo. Trabalhe seu espírito para encontrar novos ideais e esqueça o passado.


Estômago


Simboliza como assimilamos a vida e como digerimos ideias. Pessoas que reclamam da vida o tempo todo, que mostram pessimismo e sempre se impõe antes de aceitar pensamentos, reclamam de vizinhos, filhos, maridos, esposas e acreditam sempre no pior, são aqueles sujeitos a terem fortes dores no estômago, como uma projeção de ‘’indigestão mental.’’


Se você tiver dúvidas sobre o seu comportamento, pergunte para amigos ou para a sua família, a pessoa que você realmente é.


Eles podem te ajudar a ver e perceber hábitos negativos. No começo você vai insistir que tais ações são mentiras ou exageros das pessoas, mas depois perceberá que o que está ouvindo reflete totalmente a imagem que você mesmo projeta.


Rins


Eles são o filtro das emoções em relação ao futuro. Pessoas que sentem-se inseguras e com medo de serem destruídas nas passagens da vida, têm pensamentos tensos que causam dor extremamente fortes nos rins.


Se você realmente acredita nas “pedras em seu caminho” refletindo sua crença, pedras crescerão em seus rins. O medo do futuro, contido em seu coração, irá reter a água em seu corpo, que simboliza o fluxo de energia


As críticas que você faz sobre si mesmo são geradas por sua insegurança. Portanto, tente ver os problemas como um processo de aprendizado e não como injustiças contra você. Tenha pensamentos felizes e positivos! Acredite que nada nem ninguém neste mundo irá destruir seus sonhos. Então, tire-os do papel e coloque-os em prática.


Pâncreas


O pâncreas é uma glândula de função dupla que desenvolve atividades essenciais para que as pessoas deem continuidade a vida. O pâncreas lança no duodeno o suco pancreático que se destina à digestão de substâncias ácidas.


Além disso, produz a insulina, que é o agente requerido para o aproveitamento do açúcar pelo organismo. A produção insuficiente de insulina dá origem ao diabetes.


Uma vez que o indivíduo encontra-se em uma tristeza profunda e passa a enxergar a vida sem nenhuma doçura, perde lentamente as duas funções do pâncreas. Não consegue se livrar da ‘’acidez’’ dos sentimentos e não consegue estimular pensamentos ‘’doces’’.


Portanto, encontre um meio para lidar com os acontecimentos, sejam eles felizes ou tristes. Transforme suas frustrações em pensamentos de aceitação e otimistas. Tranquilize-se, observe o que realmente te aborrece e enxergue os seus próprios erros.


Fígado


O fígado é um órgão extremamente autêntico: é capaz de desencadear alterações na maioria das substâncias que chegam até ele, filtra todos os alimentos e produtos ingeridos e, por fim, elimina substâncias tóxicas.


O fígado é o órgão responsável por processar a produção de todas as nossas fontes de energia, também conhecido como glicogênio, e controla os açúcares do corpo transformando-os em reserva ou eliminando-os. Seu trabalho é fundamental para a aceitação benéfica do organismo.


Pessoas que têm o costume de enxergar a vida de forma rebelde pois guardam inúmeras mágoas do passado, alimentam a raiva de forma constante e não aceitam determinadas ajudas, contrariam a verdadeira função do fígado: eliminar substâncias tóxicas.


A raiva dominante, a rejeição do amor, o nervosismo expresso, as crises de ira, a atribuição de sofrimentos pessoais às falhas dos outros e a falta de mudanças necessárias são razões capazes de provocar sérias lesões no fígado.


Portanto, encare a vida com mais leveza e liberte-se da síndrome do ‘’tem-que-ser assim’’. Tudo aquilo que impomos para nós ou para os outros, impede o fluxo dos acontecimentos harmônicos. Lembre-se disso!


A psicanálise mostra


O levantamento da tese de que todas as doenças podem ser curadas pelo nosso inconsciente é respaldado pelos estudos recentes da psicanálise, que mostram que doenças e infelicidades têm como causa a consciência da culpa e contrariedades profundas.


Uma boa parcela dos profissionais da medicina começaram a admitir que as pessoas podem, sim, tornar-se doentes psicologicamente. Estudos mostram, inclusive, que mecanismos cognitivos são capazes de criar enfermidades e doenças complexas.


Sendo assim, coloque em sua mente que existe solução para absolutamente todos os problemas, visto que eles foram criados de algum modo por nós ou por terceiros. Não foque suas energias na origem do mal, e sim em buscar soluções para eliminá-lo.


Este conteúdo foi escrito com base no livro ‘’Linguagem do Corpo’’, de Cristina Cairo. Na obra, a autora apresenta o fenômeno das doenças e como nós podemos projetá-las. Então, se você tem interesse em entender mais sobre o assunto, confira o escrito em PDF: http://www.ligiadenoronha.com/wp-content/uploads/2012/01/Linguagem-do-Corpo.pdf











13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo