Modelos de plano de carreira: quais são os tipos?



Salário e benefícios são importantes para reter grandes talentos, mas é preciso ir além. Construir um caminho de crescimento para os funcionários para que eles se sintam valorizados e motivados é fundamental. Para isso, é importante considerar qual modelo de planejamento de carreira faz mais sentido para sua empresa.


O desenvolvimento dos colaboradores não pode ser ignorado, afinal, todos querem crescer e aceitar novas oportunidades. Portanto, é necessário que as organizações considerem como estruturar e comunicar os planos de carreira para que todos estejam na mesma página e vejam a possibilidade de crescimento.


Ficou curioso para entender mais sobre o assunto e conhecer os diferentes modelos de plano de carreira? Então vem comigo nesta leitura repleta de informações valiosas!


Mas, afinal, o que é um plano de carreira?


Antes de nos aprofundarmos nos vários modelos de plano de carreira, é importante entender bem este conceito isoladamente. Afinal, o que é um plano de carreira?


Basicamente, é uma estratégia que define os passos que cada profissional deve seguir dentro da empresa com base em seu cargo. Dessa forma, uma sequência evolutiva lógica é criada para cada colaborador, e todos ficam cientes das possibilidades de crescimento.


Desse modo, o planejamento de carreira nada mais é do que um programa bem estruturado que orienta você pelas habilidades necessárias para cada cargo. Além do mais, aponta as expectativas da empresa para o cargo e função.


Qual a importância do plano de carreira?


São muitos os benefícios de um plano de carreira. Em seguida, confira os principais que, com certeza, farão a diferença no dia a dia da sua empresa.


Auxilia na retenção e atração de talentos


O primeiro e mais óbvio benefício de um plano de carreira é que ele ajuda a atrair e reter os melhores talentos em uma organização. Como mencionado no início deste artigo, as pessoas não estão mais procurando apenas salário e benefícios. Elas também querem trabalhar onde há uma grande oportunidade de crescimento.


Um plano de carreira bem estruturado pode motivar e valorizar os colaboradores como um grande diferencial. Dessa forma, também ajuda a reduzir indicadores como rotatividade e absenteísmo.


Aumento da motivação e engajamento


Quando os funcionários se sentem valorizados, o sentimento de pertencimento aumenta. Como resultado, a motivação e a participação no trabalho diário também são afetadas positivamente.


O plano de carreira tem o poder de motivar os profissionais e fazê-los se sentirem importantes, afinal, alguém estruturou os passos incrementais que precisam dar na carreira. Com isso, o potencial de crescimento fica muito mais claro, algo que qualquer funcionário deseja.


Redução de custos com contratação


Seguindo a lógica de melhorar a atração e retenção de talentos, o planejamento de carreira também favorece a redução dos custos de recrutamento. Isso ocorre porque, à medida que a rotatividade diminui, o RH pode concentrar tempo e dinheiro na estratégia, em vez de substituir os profissionais demitidos.


Colaboradores melhor preparados


Plano de carreira é sinônimo de direção. Quando os profissionais querem se desenvolver, avançar, se tornar líderes ou especialistas, eles precisam saber como chegar lá. O planejamento de carreira é o caminho do meio que ajudará todos a atingirem seus objetivos e chegarem onde desejam muito mais preparado tanto tecnicamente como emocionalmente.


Aumento da produtividade


O aumento da produtividade também é resultado do planejamento de carreira, afinal trata-se de motivação, engajamento e valorização. Tudo isso ajuda os profissionais a se concentrarem mais em seu trabalho e serem mais produtivos, pois têm mais direcionamento para alcançar seus objetivos.


Quais são os modelos de plano de carreira?


Agora que você já sabe o que é um plano de carreira e seus benefícios, chegou a hora de conhecer os vários tipos e quais fazem sentido para a sua empresa. Confira!


Carreira horizontal


As organizações que empregam carreiras horizontais não têm possibilidade de se desenvolver em nível hierárquico. Você acha estranho? Pois bem, é preciso entender melhor o modelo de planejamento de carreira ideal para sua empresa.


Nesse caso, não há hierarquia e todos os funcionários trabalham no mesmo nível. Dessa forma, quando alguém cresce, não sobe de cargo (porque não existe), mas se desenvolve em termos de tarefas e responsabilidades.


Carreira em linha


O modelo de planejamento de carreira em linha tem uma característica especial, ou seja: é muito difícil mudar de área. Isso ocorre porque os níveis e as posições são bem padronizados e, em muitos casos, as promoções são automáticas, conforme o tempo de serviço do colaborador. No serviço público e instituições militares, por exemplo, a carreira em linha é muito utilizada.


Carreira paralela


Por sua vez, a carreira paralela é um modelo de planejamento de carreira, além das características da carreira em linha, há outra particularidade. Nesse caso, o profissional com maior probabilidade de ser o líder segue um ramo da hierarquia separado dos demais. Um bom exemplo para melhor entendimento são as empresas que selecionam trainees, que muitas vezes utilizam carreiras paralelas para eles.


Carreira em Y


Modelos Y de planejamento de carreira são quando os profissionais podem optar por seguir o caminho do especialista ou o caminho da gestão dentro da empresa. É um modelo interessante para valorizar os funcionários de áreas técnicas que muitas vezes acabam não concordando com as responsabilidades vislumbradas por seus gestores. Portanto, há oportunidades de crescimento para ambos os perfis profissionais.


Carreira em W

O carreira em W, por sua vez, é um modelo de planejamento de carreira que oferece um caminho alternativo, ideal para quem quer se tornar gerente de projetos. Não se trata de um líder tradicional que é responsável pelo desenvolvimento dos membros do time, mas alguém que acompanha pontualmente o desempenho de algumas pessoas dentro de um projeto.


Como desenvolver um modelo de carreira para a sua empresa


Por fim, mas não menos importante, conheça um passo a passo simples para desenvolver um plano de carreira para a sua empresa:


  • Escolha a estrutura organizacional da empresa: quais são os cargos atuais e que podem surgir no futuro?

  • Defina o modelo de plano de carreira da empresa: entre tantas opções, analise qual faz mais sentido para a sua organização e para o perfil dos colaboradores.

  • Defina as competências de cada cargo e função: quais habilidade e competências são necessárias para cada cargo e função?

  • Planeje as metas e objetivos: cada colaborador deve ter clareza de quais são as suas metas e objetivos e como poderão alcançá-las.

  • Implemente ciclos de feedbacks e um PDI: o meio do caminho só funciona se houver uma relação transparente por meio de feedbacks e todos tiverem um PDI (Plano de Desenvolvimento Individual) que irá direcionar e orientar para que consigam atingir seus objetivos.



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo