Narcisismo: o que é, características e tratamento


Você faz parte daquele grupo de pessoas que acredita que é insubstituível? Precisa ser admirado constantemente? Ou mesmo fala de si próprio com muito entusiasmo? Se sim, esses podem ser sinais do transtorno de personalidade narcisista (narcisismo).


Embora não muito falado e conhecido, o termo vem da mitologia grega e surgiu com o jovem Narciso, filho do Deus Cefiso e da ninfa Liríope. Segundo a mitologia, Narciso se apaixonou por sua própria beleza ao vê-la refletida no lago. Daí o conceito ‘’narcisismo’’.


Identificar uma pessoa narcisista não é uma tarefa complicada. Ela, em geral, cria fantasias irreais de sucesso e acredita ser superior, maximiza suas capacidades e talentos, tem sentimentos de autoridade, espera tratamento especial, entre outras características.


Mas, afinal, o que é narcisismo? Quais são as características de uma pessoa narcisista? Há algum tipo de tratamento? Para saber mais sobre o assunto, preparamos um post completo no qual você verá os seguintes temas:


  • O que é narcisismo?

  • Quais são as características de uma pessoa narcisista?

  • Existe algum tratamento?

O que é narcisismo?


O narcisismo está relacionado à capacidade do indivíduo de ter apreço a si próprio e que, segundo a psicanálise, é uma característica fundamental para a formação da personalidade de um ser humano, já que se faz necessário para o desenvolvimento do amor próprio.


Porém, assim como em todos os aspectos da vida, o exagero pode ser um sinal alarmante de falha durante o processo de formação de personalidade. Afinal, indivíduos narcisistas podem apresentar falta de empatia e um padrão invasivo de grandiosidade.


É comum cair da armadilha de acreditar que pessoas narcisistas são aquelas que ocupam altas posições na sociedade, exibindo suas conquistas e riquezas de forma esnobe. No entanto, o narcisismo está mais ligado a sensação de infelicidade.


Em geral, a pessoa narcisista sempre vai ridicularizar ou menosprezar a conquista do outro para se manter em uma posição melhor, ou para que seja mais bem-visto. Ela também tem uma insatisfação instaurada, uma vez que nada é suficiente.


Além disso, o narcisismo tem como características a exagerada centralização do indivíduo, normalmente acompanhada pela adaptação superficialmente eficaz.


Quais são as características de uma pessoa narcisista?


Antes de mais nada, é importante mencionar que, desde o nascimento, todos nós possuímos algumas características narcisistas. No entanto, a patologia só se desenvolve depois de determinado nível, sendo ainda nesta fase saudável.


Por isso, é comum que as pessoas tenham a seguinte dúvida: quando deixa de ser saudável para ser patológico? Confira:


1. Posições de liderança


Os narcisistas patológicos precisam ocupar posições de liderança para alimentarem seus egos. Porém, na medida em que ‘’mandam’’ em seus subordinados, acabam não evidenciando as necessidades de cada um deles.


Com isso, eles se tornam maus chefes, ainda que nunca assumam tal barbaridade. Eles não são bons líderes e confundem gestão com autoridade.


2. Centro das atenções


Uma característica muito comum entre os narcisistas é acreditarem que são o centro das atenções - se não forem, buscam ser. Eles são extremamente sociáveis e comunicativos e constroem relações a partir de holofotes e elogios.


Geralmente, os indivíduos que convivem com os narcisistas não enxergam suas características com bons olhos, já que estão sempre em evidência.


3. Vaidade


O excessivo culto ao corpo é uma característica dominante entre essas pessoas. Acreditam serem sedutores naturais e tendem a buscar pela perfeição.


É comum observar narcisistas exagerarem na prática de atividades físicas a fim de melhorar o corpo e, quando conseguem, sempre querem mais.


4. Relacionamentos amorosos


Você já parou para pensar em como um narcisista trata o seu companheiro? Bom, da seguinte forma: ele o vê como uma grande conquista, exibindo-o como se fosse um troféu para que o mundo veja como é amado e querido.


A busca pela exibição é dominante no relacionamento, uma vez que os narcisistas têm a necessidade de demonstrar aos parceiros o interesse dos outros por si, e que podem conquistar outra pessoa quando quiserem.


5. Autovalorização


De maneira muito frequente, na busca incansável por autovalorização ferem e distorcem a imagem dos que convivem com eles na tentativa de que a sua própria imagem seja exaltada, ou seja, para que possa ficar ainda melhor.


Um ponto que merece atenção é que, quando estão próximos de pessoas mais importantes ou que façam com que se sintam inferiores, tendem a distorcer a imagem dos indivíduos, para que, de alguma forma, se sintam melhor frente aos demais.


6. Excentricidade


Por fim, o narcisismo também apresenta características relacionadas à atenção excessiva ao estereótipo. Assim, se preocupam excessivamente com roupas e acessórios, chegando a ser consumistas compulsivos.


Existe algum tratamento?


Não há nenhum tratamento farmacêutico desenvolvido para pessoas que tenham narcisismo. Contudo, é possível aplicar medicamentos para transtornos comórbidos (quando duas ou mais doenças estão relacionadas).


Geralmente, é realizada a psicoterapia em que ocorre: exame do significado do sucesso; consciência de limites e perspectiva dos outros; exame das crenças sobre valor pessoal e emoções e desenvolvimento de alternativas construtivas.


E aí, você conhece alguém que tenha alguma dessas características? Conta pra gente a sua experiência!

2 visualizações0 comentário