Saiba com lidar com a frustração


Ninguém está livre de passar por esse mundo sem sofrer algum tipo de frustração. Este é o nome dado ao sentimento de impotência que nos acomete quando desejos ou expectativas não são satisfeitos.


Notas baixas, reprovações em concursos, amores convertidos em embustes, empréstimos não concedidos ou até séries favoritas canceladas podem ser gatilhos para frustração.


O fato é que frustração e raiva são emoções que todos nós experimentamos de tempos em tempos.


A partir de uma idade muito precoce, as pessoas aprendem a expressar frustrações copiando o comportamento que enxergam ao seu redor, como a agressividade, por exemplo.


Todos nós sofremos com frustrações, e ser capaz de lidar efetivamente com este problema é uma habilidade muito interessante para se desenvolver. É preciso aprender a controlar a frustração para que ela não tome o controle.


Pensando nisso, preparamos este conteúdo para falar um pouco mais sobre a frustração e como lidar com ela. Acompanhe!


O que é frustração emocional?


Para explicar o que é a frustração emocional, vamos imaginar uma árvore bonita e verde, que vai crescendo ao longo tempo.


E desde que foi plantada, foi cuidada com muito amor e carinho, fazendo sua fotossíntese e se preparando para gerar frutos.


Mas quando ela estava crescendo vem um lenhador e a derruba. Nessa queda, ela se machuca e começa a morrer.


Talvez você esteja achando que a frustração é o lenhador. Porém, na verdade, a frustração é a queda da árvore. Isso pois ocorreu algo (o corte do lenhador) que a fez cair e se machucar.


Geralmente, quando nos frustramos é porque alguma coisa deu errado em algo que estávamos gostando e desenvolvendo (como a árvore que estava crescendo).


Evitar a frustração é impossível, mesmo porque ninguém tem controle sobre as atitudes alheias nem sobre certos acontecimentos. No entanto, algumas pessoas enfrentam melhor esse sentimento do que outras.


Segundo Henrique Bottura, diretor clínico do Instituto de Psiquiatria Paulista, em São Paulo (SP), e colaborador do ambulatório de impulsividade do Ipq-HCFMUSP, elas costumam ter uma boa autoestima e a compreensão de que, mesmo quando as coisas dão errado, isso significa apenas um capítulo de história e não o fim dela.


O que a frustração pode causar?


A frustração pode causar vários sintomas de acordo com cada pessoa. Porém, os mais comuns são:

  • Fraqueza;

  • Tristeza;

  • Choro;

  • Sensação de solidão;

  • Pensamentos como “ninguém me entende”;

  • Impotência e desilusão.

Ainda, outra característica muito comum da frustração é o excesso do questionamento “E se?”. Como: “E se eu tivesse feito assim…”, “E se eu tivesse mudado aquilo…”.


Se você está pensando, constantemente, em vários contextos e possibilidades que poderiam mudar aquela situação específica, pode ser que você esteja frustrado!


No entanto, não há nada de errado em ficar triste ou se sentir mal por algo que aconteceu na sua vida. Ainda sim, é muito importante saber o que se passa na sua cabeça, o porquê de você pensar tanto nisso e, se for o caso, aceitar que você está frustrado.


Veja algumas dicas para lidar com a frustração:


Aprender a alimentar expectativas realistas


É claro que é muito importante traçar objetivos e metas e sonhar com uma vida melhor, mais harmônica, mais realizada.


Os sonhos nem sempre são tão realistas, mas isso não quer dizer que sejam impossíveis. No entanto, se você está se tornando refém da frustração, avalie se as suas expectativas não fogem demais da realidade.


Você tem mesmo as ferramentas necessárias para alcançar o que deseja? Caso não tenha, tem disposição para buscá-las? O prazo que costuma determinar para as suas metas é fácil de cumprir?


Talvez tudo o que você precise para encarar melhor a frustração seja estabelecer planos com os pés bem fincados no chão.


Identificar o sentimento


A frustração faz você sentir como se tivesse pouco ou nenhum controle sobre sua própria situação e ambiente. Também é comum querer desistir, pois nada parece estar dando resultado. Medo e raiva são dois sentimentos comuns que estão associados com a frustração.


Focar no processo


"Em vez de se concentrar somente naquilo que planeja alcançar, preste atenção no processo necessário para chegar ao lugar que deseja. Ao dividir as metas em etapas ou objetivos menores, você fica mais imune às pequenas frustrações do caminho, consegue lidar com as intercorrências e não desiste do objetivo principal".


Essa é a afirmação de Yuri Busin, psicólogo e doutor em neurociência do comportamento pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e diretor do CASME (Centro de Atenção à Saúde Mental), em São Paulo (SP).


Tomar uma atitude para transformar seus sentimentos


Para eliminar a frustração, você precisa fazer algo que satisfaça uma necessidade. Para isso, primeiro determine qual sentimento ou sentimentos estão atualmente causando frustração, para então determinar a mensagem que eles estão tentando comunicar a você.


Evitar o estímulo provocador da frustração sempre que possível


Conhecer o estímulo provocador lhe permite evitá-lo ou, se isso não for possível, perceber quando você se aproxima de um pico de frustração.


Uma vez que a reação a esse estímulo é automática, conhecê-lo vai permitir que você se controle melhor sempre que for exposto a ele.


Por exemplo, deixe o telefone no modo silencioso quando for necessário trabalhar sem interrupções. Se você estiver tendo dificuldades com um trabalho ou com dever de casa, faça uma pausa quando perceber que sua frustração está escalando rápido demais.


Caso seja impossível evitar o estímulo provocador da frustração, compreenda que sua reação a ele é um hábito de que você pode se livrar, por mais difícil que seja. Quando se sentir frustrado, tente pensar antes de agir por impulso.


Por que é importante lidar com a frustração?


É importante saber lidar com a frustração porque ela é um limitador!


Por exemplo, se você se frustra por ter uma experiência ruim em uma festa com um amigo seu (suponhamos que uma briga), é muito provável que a sua reação a longo prazo acabe sendo:

  • “Ah, eu nunca mais vou ir em uma festa”;

  • “Nunca mais vou sair com meus amigos”;

  • “Chega de sofrer, vou deixar de fazer as coisas que me lembram disso”.

E assim, você fica limitado, sem poder fazer coisas que poderiam te dar prazer.


Agora, imagina se toda vez que você se frustra com algo, você deixa de fazer aquilo? Vai chegar um momento em que você não fará mais nada na sua vida. Por isso, aprender a lidar com a frustração é tão benéfico, para que você não se limite mais.


Dessa forma, promovendo seu autoconhecimento, sabendo como você funciona, se preparando para novas experiências e tirando aprendizados valiosos disso tudo, você aprenderá a lidar melhor com a frustração.


E você, como lida com a frustração? Comenta aqui e compartilha com seus amigos para que eles também aprendam a lidar com esse sentimento.

5 visualizações0 comentário