Você sabe se realmente é feliz?



Você sabe se realmente é uma pessoa feliz?


É da natureza humana buscar respostas para questões complexas. Muitos estudiosos religiosos, filosóficos, de ciências sociais e de saúde trabalham para refletir sobre o significado da vida, propósito emocional e a psicologia por trás da autorrealização.


Em algum momento de nossas vidas, fazemos as mesmas perguntas para aliviar a incerteza sobre a condição humana e o futuro. No entanto, existe uma resposta satisfatória para todos, independentemente de valores e crenças pessoais e religiosas?


Afinal de contas, o que é felicidade?


Embora existam muitas definições do que é a felicidade, pode-se dizer que é um estado emocional composto de contentamento, satisfação e realização. Muitos cientistas sociais e psicológicos atribuem a felicidade principalmente a dois fatores: equilíbrio emocional e satisfação.


A primeira envolve a quantidade de emoções e sentimentos positivos que uma pessoa experimenta. Já o segundo refere-se à quão satisfeita essa pessoa se encontra com a sua vida.


É verdade que experimentamos uma grande variedade de emoções. Às vezes, experimentamos grandes mudanças de humor ao longo do dia. Dependendo do momento atual e da qualidade da nossa experiência, vivenciamos emoções mais ou menos agradáveis.


As pessoas expressam felicidade quando se sentem bem consigo mesmas, relembram bons momentos, passam tempo com os entes queridos, fazem o que amam e imaginam possibilidades positivas para o futuro.


Ser feliz também está associado à percepção geral sobre a vida.


Se ela for otimista, ela pode experimentar mais bons sentimentos e emoções a cada dia. Por outro lado, quem vê a vida como um obstáculo muitas vezes está cercado de emoções ruins. Raiva, tristeza e dor são sinais óbvios de infelicidade.


Ao compreender as emoções-chave em sua vida diária e suas impressões da vida, você pode determinar se realmente sabe o que a felicidade significa para você.


Sinais de que você é uma pessoa feliz


As pessoas felizes geralmente compartilham algumas características, as quais você pode usar para comparar com o seu próprio comportamento. Esses atributos também podem ajudá-lo a responder as perguntas acima, especialmente a última. Confira-os abaixo!

  • risadas e sorrisos constantes;

  • reconhecimento da alegria diária;

  • facilidade em fazer amigos e manter relacionamentos;

  • postura benevolente e vontade de ajudar o próximo;

  • se colocar em primeiro lugar;

  • amor-próprio;

  • resiliência;

  • fé no futuro;

  • otimismo;

  • paciência;

  • assume responsabilidade por seus atos;

  • jogo de cintura no ambiente de trabalho;

  • habilidade de resolver conflitos.

Por que é difícil ser feliz?


Nem todo mundo pode ficar feliz por muito tempo, ou encontrar facilmente motivos para rir. Às vezes, essa dificuldade está associada a transtornos mentais não diagnosticados, como depressão e transtorno do pânico.


Em outros casos, tem a ver com a mentalidade que essas pessoas cultivam. Como mencionado anteriormente, grande parte de nossa saúde mental é afetada por eventos e sentimentos da vida. Pode-se ter experiências incríveis, mas isso gera tédio, insatisfação e medo. Portanto, ele não pode aproveitar as oportunidades que surgem em seu caminho.


Outra pessoa, por outro lado, pode viver em um ambiente estressante e ainda encontrar um motivo para sorrir. Ela consegue fazer isso através da esperança e do humor. Todos nós encontramos situações desagradáveis ​​em nossas vidas. A maioria está fora de nosso controle no que se refere às atitudes de outras pessoas, decisões governamentais, ação climática, avanço ou estagnação da economia global, entre outros fatores.


Quando damos muita atenção para os elementos negativos, nos acostumamos a consumir somente informações de má qualidade e emoções ruins. Consequentemente, as razões para ser feliz vão desaparecendo.


Do mesmo modo, quando valorizamos os aspectos positivos de nossa vida, encontrar a felicidade deixa de ser um desafio.


Como manter a felicidade?


Com a prática, estes exercícios simples irão ajudá-lo a gerenciar suas emoções de forma mais eficaz. Pode não ser possível ser feliz o tempo todo, mas definitivamente é possível ser feliz a maior parte do tempo. Todavia, se você sentir a necessidade de uma fonte de apoio e de conselhos para guiá-lo, não hesite em fazer terapia.


As dicas a seguir são projetadas para iniciar sua jornada de felicidade.


Seja otimista


Tem havido muitos estudos científicos comprovando os benefícios do otimismo. Uma mentalidade positiva o ajudará a lidar com o desconforto emocional de maneira fácil e menos estressante. Dessa forma, você pode melhorar seu desempenho profissional, relacionamentos e sucesso em projetos pessoais.


O otimismo também ajuda a combater um sistema imunológico enfraquecido e doenças causadas pelo estresse.


Seja grato


Agradecer regularmente os bons elementos em sua vida é uma estratégia simples para melhorar seu humor e atualizar sua visão da vida. Pratique a gratidão, especialmente quando sentir que nada está indo bem. Em breve, você perceberá o que conquistou e se sentirá melhor.


Se conheça


Conhecer a si mesmo é fundamental para ter uma vida feliz, pois com o autoconhecimento você pode determinar exatamente o que gosta e o que não gosta. Então pergunte a si mesmo quais fatores fazem você se sentir feliz e bem e traga-os para sua vida.


Então pergunte a si mesmo quais fatores fazem você se sentir feliz e bem e traga-os para sua vida. Tome cuidado para não utilizá-los como mecanismos de gratificação, pois você pode se tornar dependente deles. Uma atitude otimista é popular em todas as ocasiões e torna as pessoas alegres e memoráveis.


Crie boas amizades


As pessoas querem estar perto de pessoas positivas e compartilhar uma riqueza de boas energias. Como resultado, as pessoas felizes têm mais facilidade e mais oportunidades para desenvolver laços emocionais. Você também pode procurar fazer amizade com pessoas gentis e aprender a ver o lado bom da vida com elas.


Aprenda a controlar suas emoções


Não podemos controlar todos os eventos em nossas vidas, mas podemos controlar nossas reações a eles para que não soframos desnecessariamente. Sempre que você se sentir triste ou com raiva, reflita se realmente vale a pena ceder a essas emoções.


20 visualizações0 comentário