Saúde mental: o que é?

Atualizado: 13 de ago. de 2020

No cenário atual é muito importante buscar por alternativas que possibilitem a harmonia nas

relações individuais e coletivas.


Para isso, a saúde mental faz toda a diferença para conseguir lidar com as emoções

positivas ou negativas.

E por este motivo, investir em estratégias que tornem possível o equilíbrio das funções

mentais é muito importante para um convívio social muito mais saudável.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a saúde mental é um estado de

bem-estar no qual uma pessoa é capaz de apreciar a vida, trabalhar e contribuir para o

meio em que vive ao mesmo tempo em que administra suas próprias emoções.

Pensando nisso, preparamos um conteúdo para falar sobre a saúde mental e a importância

dela no bem-estar. Vamos lá?


Qual a importância da saúde mental para o bem-estar?


Embora muitos temas como saúde emocional, síndrome de burnout ou distúrbios

psicológicos estejam entrando em pauta frequentemente, as pessoas estão ligadas demais

às suas obrigações ou não acreditam na seriedade dos transtornos mentais.

Elas acabam não se distanciando dos problemas que as assolam para enxergá-los de

longe, como um observador.

Pelo contrário, elas se identificam com suas perturbações, se jogando de cabeça nelas. Só

depois percebem as consequências negativas dessa atitude impulsiva.

Além disso, muitas pessoas passam a focar apenas na sua saúde física e pensam que é

suficiente para o seu bem-estar, então não priorizam a sua saúde mental.

Mas, assim como a física, a saúde mental é uma parte integrante e complementar às

manutenções das funções orgânicas.

Por isso, entender o valor da estabilidade mental e sua intensa relação com o bem-estar é

muito importante, pois torna possível a compreensão da necessidade de utilizar a

capacidade individual para percepção de valores e virtudes.


Quais os aspectos determinantes da saúde mental para o seu

bem-estar?

Os transtornos mentais podem surgir por múltiplos fatores, sejam eles sociais, genéticos,

psicológicos ou ambientais.

As pressões socioeconômicas também influenciam de maneira contínua os riscos para a

saúde mental individual e coletiva.

Uma saúde debilitada pode colaborar para significativas alterações sociais e condições de

trabalho precárias, além de acentuar a exclusão social e expor o indivíduo ao risco de

violência em virtude da incapacidade mental de autodefesa.

Além disso, questões psicológicas e de personalidade também tornam as pessoas mais

susceptíveis aos desequilíbrios mentais, assim como causas biológicas também podem

contribuir para a desordem química das células cerebrais, aumentando a ocorrência da

doença.


Abaixo nós listamos algumas dicas para manter a sua saúde mental. Confira:


Melhorar a gestão do seu tempo

O tempo recebe muitas acusações de ser o responsável pela correria do dia a dia e por

dificuldades de concluir tudo o que foi planejado.

Porém, não saber como fazer a gestão do tempo pode ser muito prejudicial a sua saúde

mental e emocional.

Por isso, é muito importante organizar as suas horas para cumprir as demandas da vida

pessoal e profissional.

Comece organizando a rotina em uma agenda, calendário ou até mesmo em programas

específicos de gerenciamento de tempo.

Use a tecnologia a seu favor para explorar aplicativos com funcionalidades voltadas para

organizar a agenda e otimizar as horas diárias.


Praticar meditação

A meditação é uma técnica muito boa para nos manter presentes, conscientes e calmos sob

pressão.

Com a sua popularização, hoje já existem meditações para problemas específicos como

ansiedade, pensamentos ruins e até mesmo a falta de prosperidade.

Com a mente quieta e silenciosa, conseguimos administrar as situações cotidianas com

coerência, pois não trazemos as emoções negativas de uma discussão ou fechada no

trânsito para nós.

Meditar pode fazer com que você durma melhor e aprenda a controlar as suas emoções,

separando o que é bom e ruim.


Ter momentos de lazer

Mesmo sendo focado no trabalho e que se sinta motivado e confortável em passar horas

dedicadas a esse projeto, todos precisam de um momento de descanso e bem-estar.

Por isso, viajar, sair com os amigos ou até mesmo ficar em casa assistindo sua série

preferida pode fazer muito bem para a sua saúde mental e consequentemente emocional.

Veja o lazer como uma pausa na rotina para respirar novos ares e também aproveitar para

recuperar as energias.


Cuidar da sua alimentação

Uma alimentação balanceada e bem distribuída ao longo do dia mantém o organismo muito

equilibrado e também nutrido.

Não adianta se alimentar bem no café da manhã e passar horas sem ingerir alimentos e

água.

Para sua saúde mental é muito importante um corpo bem cuidado. Ficar sem se alimentar

pode causar fraqueza, fadiga e até comprometer órgãos importantes e responsáveis pela

manutenção corporal e orgânica.

Pesquise e conheça alimentos que podem te trazer disposição, assim como os que podem

sugar a sua energia.


Iniciar sessões com um terapeuta

É muito válido para sua saúde mental procurar ajuda profissional ao perceber dificuldades

em lidar com os sentimentos, emoções e as próprias frustrações.

Aceitar suas falhas e limitações é o primeiro passo para identificar que algo pode ser

melhorado.

Com o acompanhamento psicológico, descobrimos detalhes sobre nossa personalidade e o

motivo de ser do jeito que somos.

Assim podemos melhorar o nosso desempenho profissional, além de fortalecer

relacionamentos e desenvolver o amor-próprio, entre outros muitos benefícios.


E quais os falsos conceitos da saúde mental?

O bem-estar mental está relacionado à maneira como alguém reage às exigências da vida,

como harmoniza seus desejos, capacidades, ambições, ideias e emoções diante das

dificuldades.


As pessoas que possuem algum problema de saúde mental podem ser muitas vezes

incompreendidas devido a falsos conceitos, tais como:

● As doenças mentais são fruto da imaginação;

● As doenças mentais não têm cura;

● As pessoas com problemas mentais são pouco inteligentes, preguiçosas,

imprevisíveis ou perigosas.


O tratamento deverá ser sempre procurado, uma vez que a recuperação é tanto mais eficaz

quanto precoce for o tratamento.

Mesmo nas doenças mais graves é possível controlar e reduzir os sintomas e, por meio de

medidas de reabilitação.


Espero que tenha gostado deste conteúdo!

Fale conosco agora mesmo para melhorar a sua saúde mental e o seu bem-estar.


#Terapia #Pscicanálise #SaúdeMental #Analise #AutoConhecimento #Ajuda #Mente

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo